Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Rotundas do circuito vão seguir exemplo da rotunda de Codessais

Estão a ser pensados projetos para embelezar as rotundas inseridas no percurso do circuito automóvel, que deverão contar com elementos que simbolizem a cidade e as suas tradições

-PUB-

“Mal possamos estabilizar o circuito internacional de Vila Real, há um conjunto de rotundas que serão intervencionadas” adiantou Rui Santos, presidente da Câmara Municipal, no dia 1, durante a inauguração da nova rotunda de acesso ao Codessais.

Criada na sequência das obras de requalificação da Avenida da Europa, a nova rotunda conta agora com uma réplica em ferro de uma bilha de barro preto de Bisalhães com 3,5 metros de altura, 2 de largura e cerca de 300 quilos, colocada estrategicamente entre outros elementos arquitetónicos simbólicos do concelho e da região.

Lembrando que um conjunto de rotundas da cidade localizadas no percurso do circuito automóvel tiveram que sofrer alterações de forma adaptarem-se às corridas (uma exigência da Federação Internacional de Automobilismo no processo de homologação do circuito), o autarca adiantou que também “há projetos” para esses espaços públicos. “Iremos intervir nessas rotundas, com materiais que sejam amovíveis mas que as possam embelezar” sempre com temáticas “que digam respeito à nossa cidade, às nossas tradições”, garantiu.

No caso da rotunda do Codessais, o projeto, que exigiu um investimento total de 10 mil euros, tem a assinatura do arquiteto vila-realense Carlos Santelmo e do escultor lisboeta Hugo Maciel.

“É um espaço de passagem. A leitura tem que ser compatível com a velocidade da passagem. A comunicação tem que ser forte e rápida. Não podia haver grande pormenor ou detalhe, teria que haver o impacto da escala, no caso a bilha”, explicou o arquiteto revelando ainda que, no mesmo espaço, pode-se descobrir “um carrossel de elementos simbólicos regionais como o vale e a serra, o rio, os materiais regionais, tudo isso de forma muito afetiva”.

Desafio grande foi também o de Hugo Maciel, que teve que adaptar a tradicional bilha. “Sendo uma peça que originalmente é feita em barro, colocar em aço foi um desafio. Teve que ser mais geometrizada que a original, mas penso que surge ainda com mais destaque que a mais orgânica”, explicou sobre a escultura que foi feita em “cerca de três semanas”.

“Gosto muito, muito. Nem tenho palavras”, manifestou Cesário Martins, oleiro de Bisalhães classificando a obra como “fiel” relativamente àquelas que são criadas a partir do barro há décadas pelas suas experientes mãos.

A ideia de dedicar a rotunda àquela arte surgiu, segundo Rui Santos, como homenagem “aos homens e mulheres que durante várias gerações mantiveram viva a tradição” e no âmbito do processo de classificação do fabrico do barro preto de Bisalhães como património imaterial a humanidade.

Manuel Moura, residente em Vila Real, enaltece como positivo o facto do espaço retratar “a história do concelho, o que é genuíno”. “Quem vier de fora vai questionar o que é a escultura e vai tentar saber mais sobre o barro de Bisalhães”, sublinhou o cidadão classificando como “interessante” esta forma de homenagear e divulgar aquela arte. Por outro lado, fica a preocupação relativamente à visibilidade dos condutores, que fica um pouco comprometida em rotundas mais elevadas.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.