Quinta-feira, 29 de Julho de 2021

Semana Académica não se vai realizar

Apesar dos constrangimentos, AAUTAD garante reunir esforços para a celebração da missa bênção das pastas e a queima das fitas.

-PUB-

É inédito, mas é a dura realidade. A maior festa da academia transmontana não se vai realizar este ano, devido à pandemia Covid-19.

A Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) revela que é com “grande tristeza” que tiveram de anunciar o cancelamento da festa dos estudantes. “Não há nada que nos deixe mais tristes que partilhar isto com vocês, mas é verdade e inevitável. Só nos resta pensar nisto da melhor maneira para encontrar as melhores soluções possíveis”, pode ler-se no comunicado, adiantando que não foi possível planear nada perante algo tão grande e imprevisível, como o novo coronavírus. “Pensamos, reunimos, discutimos, contactámos parceiros e fornecedores”, no entanto “não estamos em pé de igualdade com este vírus e não saberemos quando será possível estar”.

Apesar das dificuldades, a AAUTAD garante a realização da missa bênção das pastas e a cerimónia oficial de queima das fitas, numa data que ainda não foi revelada. “As tradições mantêm-se e são para cumprir”, possibilitando a todos os finalistas celebrar o término do seu percurso académico. “Para que todos os pais, irmãos, avós, restantes familiares e amigos se unam neste momento de saudade e celebração”.

No mesmo documento, a associação académica lamenta que a pandemia que se impôs “assume agora proporções gigantescas e alastra-se de tal forma, que o que podemos fazer é afastarmo-nos uns dos outros para nos unirmos contra esta doença. Mais do que nunca, a união está na separação”.

Por último, a AAUTAD, liderada por José Pinheiro, aproveita para deixar uma palavra de conforto, uma palavra de segurança, uma palavra de união. “Nós não iremos parar. Iremos continuar a construir este caminho. A mais bela das histórias não ficará por aqui. Ainda temos muito a acrescentar, muitas palavras para serem ditas, muitas ideias para serem formuladas. O nosso caminho será traçado pela nossa capacidade de ultrapassarmos as nossas adversidades”, frisa, acrescentando que neste momento “difícil impõe-se que estejamos ainda mais próximos uns dos outros, porque unidos vamos ainda escrever a mais bela das histórias”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.