Sábado, 16 de Outubro de 2021

Setor da educação é o mais afetado pela greve

Em dia de greve da Função Pública, a maioria das escolas de Vila Real está de portas fechadas

-PUB-

Milhares de alunos tiveram de regressar a casa, esta sexta-feira, devido à greve da função pública. Uma paralisação contra a proposta de aumento salarial, por parte do Governo, a rondar os 0,3%.

“É um aumento que ronda os 6 euros, ou seja, quase nada. Queremos uma negociação para que o aumento seja na ordem dos 90 euros, para todos os trabalhadores até porque não há uma revisão na carreira desde 2009”, contou à VTM António Serafim, representante distrital do sindicato.

OUTROS SETORES

Também o setor da saúde está a ser afetado. Dados do sindicato apontam para uma adesão na ordem dos 80% no hospital de Vila Real e de 90% no de Chaves. Em ambos os estabelecimentos o bloco operatório é aquele que apresenta mais dificuldades havendo casos de operações adiadas.

O IMT está encerrado e a Segurança Social está a funcionar a meio gás, sendo que apenas são atendidas as pessoas que se desloquem à tesouraria ou que tenham marcações agendadas. Já no Tribunal e nas Finanças, o impacto da greve não se faz sentir.

Notícia desenvolvida na edição de 6 de fevereiro

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.