Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Sousacamp quer dispensar cerca de 90 trabalhadores

A maior empresa de cogumelos do país está em processo de insolvência. Trabalhadores da unidade de Paredes são os mais afetados.

Foi de forma ruidosa que dezenas de trabalhadores da Sousacamp se mostraram descontentes com o facto de a empresa ter anunciado vários despedimentos. 

O protesto aconteceu à porta do tribunal de Vila Flor, onde estava previsto acontecer uma assembleia de credores, e teve o apoio do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB), que fala em “tratamento intimidatório”.

“Meia dúzia de trabalhadores já aceitou a rescisão, uns porque já tensionavam deixar a empresa, outros devido ao ambiente intimidatório que se vive na empresa”, explicou José Eduardo Andrade, dirigente do SINTAB, acrescentando que “houve trabalhadores que foram postos de parte, a trabalhar ao frio, sem condições”.

A Sousacamp está a

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.