Sábado, 16 de Outubro de 2021

“Teatrinho” vai ser recuperado

Após vários anos de indecisões, finalmente parece acender-se a luzinha da esperança quanto à eventual recuperação do primeiro teatro da cidade da Régua.

-PUB-

No âmbito do projecto de requalificação ribeirinha, o imóvel, que pertence ao Instituto dos Vinhos do Douro e Porto, vai ser alvo de um conjunto de obras de remodelação e beneficiação, que terão de respeitar a sua traça original.

Foi o próprio presidente da Câmara Municipal de Peso da Régua, Nuno Gonçalves, que adiantou esta intervenção. “No projecto de Regeneração Urbana está incluída a reabilitação do Teatrinho Reguense. A obra vai ser feita em parceria com o IVDP e com o Museu do Douro. É um infra-estrutura há muito ambicionada pela nossa população e que representará a qualificação de uma peça de arquitectura relevante e única na nossa região”.

O director do Museu do Douro, Maia Pinto, já no ano passado tinha lançado o repto para a recuperação do Teatrinho. “Agora esperamos que todos lancem mãos à obra para se tornar uma realidade”. A ideia é recuperar e revitalizar o espaço cultural, sendo a primeira sala de espectáculos de Peso da Régua, que depois poderá servir de complemento cultural importante à sede do Museu do Douro, situada apenas a algumas centenas de metros.

O projecto aponta para a criação de pequeno anfiteatro e de um auditório. O edifício, que será recuperado, foi propriedade da Casa do Douro, que o vendeu depois ao IVP, funcionou com teatro e cinematógrafo, e nasceu fruto da associação de antigos reguenses que pretendiam criar um salão recreativo. Possui um traçado arquitectónico muito próprio e, depois de recuperado, poderá ser um local de excelência para espectáculos temáticos teatrais, multimédia, exposições, leilões de vinhos, entre outros. Recorde-se que, a sua recuperação já esteve prevista em 1999, num projecto da Spidouro – Sociedade de Promoção de Empresas e Investimento do Douro e Trás-os-Montes, entretanto extinta, num plano previsto do Centro Turístico Comercial da Régua, CTCR.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.