Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Trás-os-Montes com mais mortes na estrada

Os dois distritos da região figuram entre os que viram aumentar o número de mortos em acidentes de viação em 2014, quando a nível nacional registou-se uma quebra de 7,3 por cento. Em Bragança houve o dobro de vítimas mortais relativamente ao ano anterior.

-PUB-

As estradas de Trás-os-Montes e Alto Douro foram palco de 4.372 acidentes de viação que vitimaram 35 pessoas, contabilizou a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) num primeiro balanço provisório sobre a sinistralidade em 2014.

Segundo as estatísticas, “o número de vítimas mortais (490 em todo o território nacional) resultantes de acidentes de viação diminuiu 7,3 por cento em relação ao ano anterior”. Mais, no documento, divulgado na semana passada, é mesmo sublinhado que “é necessário recuar até ao ano de 1950 para se encontrar valores inferiores a 500 vítimas mortais”. “Nessa época existiam cerca de 100.000 automóveis ligeiros e pesados em circulação, enquanto em 2013 o parque automóvel seguro atingiu um valor próximo de 7

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.