Sábado, 16 de Outubro de 2021

Um milhão de euros para melhorar a mobilidade em Vila Real

No final do ano passado foi finalmente aprovada a candidatura que vai permitir a execução do “EcoMobiReal”, um projecto da Câmara Municipal de Vila Real que vai, por exemplo, promover o ‘carpooling’, reforçar a atractividade dos transportes públicos e aumentar a segurança nas passadeiras

-PUB-

Depois de uma espera de mais de um ano, foi finalmente assinado o protocolo de financiamento do “EcoMobiReal – Sustainable Mobility for a Low Carbon City”, um programa orçado em cerca de um milhão de euros que prevê para a capital vila-realense vários projectos inovadores na área da mobilidade, alguns dos quais sairão do papel já em 2011.

O projecto incluiu um conjunto de medidas que vão permitir aos cidadãos deslocar-se melhor na cidade e, ao mesmo tempo, reduzir as emissões de carbono, o que, consequentemente, se reflectirá a nível ambiental.

Adriano Sousa, responsável pelo Gabinete de Mobilidade da Câmara Municipal de Vila Real, explicou, ao Nosso Jornal, que o “EcoMobiReal”, apoiado no Quadro de Referência Estratégica Nacional no âmbito das “Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano”, está agora a ser reformulado no que diz respeito ao seu calendário, devido à demora na aprovação do projecto, no entanto algumas das suas acções já estão a ser desenvolvidas.

“Já começamos a avançar com o carpooling”, explicou o mesmo responsável, referindo que o conceito de partilha de transporte individual já está a dar passos na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e já foi ensaiado na Escola Diogo Cão, tendo este último projecto sido alvo de uma tese de mestrado que será apresentada no dia 11 na academia transmontana.

O ‘carpooling’ integra uma das quatro opções estratégicas do programa e tem como objectivo promover um “conceito de transporte alternativo que permite o aumento das taxas de ocupação dos veículos e a redução do congestionamento automóvel, bem como a redução da emissão de gases”.

Outra das estratégias do projecto vila-realense é “a promoção de transporte suaves”, ou seja, a criação de percursos mais acessíveis, a eliminação das barreiras arquitectónicas e o reforço da segurança nas passadeiras, sendo que, neste última medida, está a ser planeada, por exemplo, a reestruturação da iluminação das passagens de peões mais utilizadas da cidade com recurso à utilização do sistema LED (a título experimental, este sistema já está instalado numa passadeira da Nossa Senhora da Conceição).

Outro dos objectivos da autarquia com o “EcoMobiReal” passa pelo reforço da atractividade dos transportes públicos, um trabalho que envolverá, por exemplo, a implementação de um sistema de informação que, a ser instalado nas principais paragens da rede Corgobus, vai permitir ao utente ter informações em tempo real sobre as várias linhas, através da instalação de GPS nos vários autocarros.

Para além da gestão da mobilidade no concelho, o programa vai fazer a monitorização ambiental, medindo assim factores como a poluição ou o nível de ruído na cidade para analisar o reflexo das medidas realizadas.

De um total de 40 candidaturas apresentadas, o “EcoMobiReal” foi um dos noves programas aprovados pela Política de Cidades Polis XXI e que totalizam um investimento de dez milhões de euros.

No que diz respeito às regiões de Trás-os-Montes e Douro, foram ainda aprovados os projectos do Parque Urbano Ecoeficiente da cidade de Lamego, cujo investimento elegível ultrapassa os 1,6 milhões de euros, e o Mirandela ecoXXI – Ambiente Urbano, que tem um orçamento de 892 mil euros.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.