Terça-feira, 15 de Junho de 2021

Vacina da gripe vai ser administrada nas farmácias de Vila Real

O objetivo passa por evitar aglomerados nos centros de saúde.

-PUB-

Na próxima segunda-feira, dia 19, tem início a campanha Vacinação SNS Local, que irá disponibilizar a vacina da gripe, de forma gratuita, aos maiores de 65 anos nas farmácias, algo que antes tinha um custo de 2,50 euros, mas isto só é possível no caso de as autarquias assumirem esse custo. É o que vai acontecer em Vila Real.

"Vamos aderir ao protocolo nacional para que as pessoas possam vir à farmácia dar a sua vacina gratuiita do Sistema Nacional de Saúde (SNS), evitando assim a concentração de pessoas nos locais onde, habitualmente, isso é feito", anunciou Eugénia Almeida.

A vereadora da câmara municipal de Vila Real falava à VTM à margem de uma visita feita às várias farmácias da cidade, que teve como intuito "conhecer o funcionamento e valências das farmácias, perceber a ajuda que têm dado neste contexto de pandemia e estabelecer uma ligação de trabalho, mas, acima de tudo, fazer ver os nossos cidadãos de que podem sentir-se seguros em vir à farmácia".

Maria Ferreira, diretora técnica da farmácia Tuna Ferreira, aproveitou o momento para explicar que "a vacina da gripe só pode ser administrada por um farmacêutico, com formação para o efeito, à qual se junta uma outra de suporte básico de vida. Além disso, temos de ser creditados pela Ordem dos Farmacêuticos".

"As pessoas podem estar seguras e descansadas", reforça, acrescentando que "em Vila Real são 14 as farmácias aderentes à campanha de vacinação e, por isso, são mais 14 postos para que as pessoas possam tomar a sua vacina da gripe sem se deslocarem aos centros de saúde e evitar, assim, aglomerados".

Notícia desenvolvida na edição de 22 de outubro de 2020

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.