Domingo, 1 de Agosto de 2021

Vidago presta tributo à benemérita Eugénia Campilho

No ano em que se assinala o centenário do desaparecimento físico de Eugénia Campilho, Vidago cumpre um programa de homenagem à vidaguense cujo percurso de vida se pautou por ajudar o próximo, numa iniciativa proposta e vencedora do Orçamento Participativo de 2019.

-PUB-

Nasceu a 14 de junho de 1844 e faleceu a 18 de março de 1920, aos 76 anos. 100 anos depois da sua morte, Vidago, terra que a viu nascer, presta tributo a Eugénia Campilho Montalvão que, apesar de pertencer a uma família abastada e fidalga, ficou conhecida por ajudar o próximo e os mais desfavorecidos. 

“É uma figura muito amada na vila, e cujo legado deve ser um exemplo para nós como seres humanos e é uma obrigação nossa honrá-lo”, explicou Paulo Santos, o proponente da proposta vencedora, na dimensão imaterial do Orçamento Participativo (OP) da Câmara Municipal de Chaves de 2019. Um instrumento que a autarquia mantém e que permite que as comunidades possam

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.