Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Vila Real recebe o Varzim na primeira jornada

Vila Real joga com o Varzim, no Monte da Forca, a 24 de agosto, no primeiro jogo do Campeonato Nacional de Seniores (CNS), que se realizou na terça-feira, na sede da Federação Portuguesa de Futebol, no Porto.

-PUB-

Na primeira eliminatória da Taça de Portugal, o Vila Real recebe a Sociedade União 1º Dezembro, equipa de Sintra, num jogo que se realiza a 7 de setembro. Abel Ferreira, treinador da equipa, está expectativa de fazer um bom início de temporada, mas não espera facilidades, até porque há muitos jogadores novos que ainda se estão a adaptar à realidade do clube alvinegro. “Vai ser difícil, mas estamos a trabalhar para formar um lote coeso e capaz de assumir as suas responsabilidades. Claro que há novos jogadores que só agora estão a trabalhar connosco, mas espero que se adaptem o mais rápido possível”. Sobre o primeiro jogo, Abel Ferreira mostrou-se agradado com o sorteio, uma vez que conhece muito bem o Varzim, um clube amigo com quem tem uma ótima relação de amizade. No segundo jogo, a 31 de agosto, o Vila Real tem uma deslocação até Ribeirão.

No primeiro jogo de preparação, a equipa vila-realense foi até Bragança e perdeu com os locais por três bolas a uma, com o golo alvinegro a ser apontado por Orlando, um avançado que veio do Paraguai. O técnico sublinhou que foi um “bom primeiro teste”, atendendo a todas as condicionantes. Apesar da derrota, o técnico gostou da exibição da equipa, sobretudo na 1ª parte, e frisa que o adversário tem uma equipa muito experiente e isso acabou por ser preponderante no desfecho do encontro. “É altura para se fazerem testes à capacidade dos atletas que poderão vir a fazer parte do plantel para a nova época que está aí à porta”. Para já, há algumas caras novas confirmadas, como é o caso de Buika (campeão nacional de juniores pelo S.C. Braga), os brasileiros Andrey (guarda-redes), Anderson (central), Acini (avançado), o médio Hélio, que jogou numa equipa da Associação de Futebol de Bragança, Orlando, um avançado do Paraguai. Há outros atletas a treinar com a equipa e em breve serão, ou não, confirmados como reforços do plantel 2014/15.

Sobre a saída de Jorge Rebelo da equipa técnica, Abel Ferreira referiu que houve algumas divergências e o melhor para o clube foi mesmo rescindir com o ex-treinador adjunto.

No sábado, há jogo no Monte da Forca, às 17h00, com a Bragança. O jogo de apresentação da equipa aos sócios é no dia 9 de agosto, às 17h00, com o Mirandela.

 

Pedras Salgadas isento da 1ª eliminatória da Taça

 

A outra equipa do distrito que irá estar novamente presente no CNS, o Juventude de Pedras Salgadas, que continua sob o comando técnico de Carlos Guerra, ficou isento da primeira eliminatória da Taça de Portugal e no primeiro jogo do campeonato vai ao reduto do Vieira. Isento ficou também o Montalegre, que passa assim diretamente para a segunda eliminatória, que já vai contar com as equipas da II Liga.

Já com o plantel praticamente fechado, o Pedras conta com vários jogadores emprestados pelo Chaves. Assim, o lote tem atualmente 21 jogadores e é composto pelos guarda-redes: Nuno Dias, Leo Pinheiro e Miguel Moreira; Defesas: Dani, Daniel Gonçalves, Ramalho, Márcio Silva e Eliezer; Médios: Vladimir, Youssouf, Luciano Teixeira, Jorge Roxo, Malam, Tiago Mourão e Hugo Silva; Avançados: Eloy, Clayton, Baba, Éder Díez, Alioune Fall.

No sábado, o Pedras já teve um bom teste em Fafe, que passou com distinção, ao vencer os locais por duas bolas a uma, com os golos dos transmontanos a serem apontados ainda no decorrer da primeira parte. Na segunda metade, o Fafe reduziu através de uma grande penalidade.

O sorteio da Taça de Portugal ditou ainda os jogos de outras equipas transmontanas. Assim, o Bragança vai ao terreno do Santa Maria, o Mirandela também vai jogar fora, no reduto do Varzim.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.