Sábado, 17 de Abril de 2021

Vila-realense compete no Nacional de Motocross Iniciados

Chama-se Gabriel Lopes Pinto, tem apenas 11 anos e espera alcançar bons resultados com a sua nova KTM 85.

Chama-se Gabriel Lopes Pinto, tem apenas 11 anos, mas já é veterano nos campeonatos de motocross. Este ano compete na Campeonato Nacional de Motocross Iniciados, onde espera alcançar bons resultados com a sua nova KTM 85.

O jovem vila-realense, que estuda na escola Diogo Cão, desde cedo mostrou a sua aptidão e paixão pelas motos e, aos cinco anos, os pais ofereceram-lhe uma moto quatro, tendo começado desde logo a praticar e a fazer algumas corridas, junto da associação dos amigos de Loureiro, no Peso da Régua, que promovia pequenas competições entre os mais pequenos pilotos.

 Daí até aos dias de hoje, a evolução foi surgindo, passando da moto quatro para as duas rodas, e em 2018 ingressou no Campeonato Nacional de Motocross, onde chegou a subir ao pódio por diversas ocasiões.

Em 2019 e no segundo ano no nacional de motocross, Gabriel Lopes Pinto foi consolidando a sua posição na competição, confirmando-se o talento do jovem para a modalidade.

Este ano, e já nos iniciados, o piloto promete trazer mais títulos para Vila Real.

“Eu acredito que vou conseguir alcançar bons resultados no campeonato, tenho vindo a treinar muito e, apesar da competição ser muita, sinto-me em grande forma e a moto também está a responder muito bem”, referiu Gabriel, que agradeceu o apoio dos vários patrocinadores, que o tem vindo a apoiar na sua carreira profissional.

A primeira prova do calendário deste ano decorreu em Torres Novas, onde Gabriel Pinto alcançou o 16º lugar da classificação geral.

A próxima prova realiza-se no dia 1 de março em Moçarria.

 

 

 

 

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.