Domingo, 22 de Maio de 2022

Vitória garantiu a presença na segunda fase do nacional

BCVR, 75 | CTM VPA, 39

O BCVR teve que esperar pela última jornada para ver garantida a sua vaga na segunda fase do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão. Depois de ter liderado por algumas semanas a Série Norte C, as duas últimas jornadas foram aziagas para as cores do emblema de Vila Real com duas derrotas (diante do FC do Porto e do SC Vasco da Gama) atiraram o BCVR para a terceira posição da sua série e acabaram por deixar a equipa na dependência de uma vitória contra o CTM de Vila Pouca de Aguiar e torcer para que os terceiros colocados das restantes cinco séries da zona norte não fizessem melhor.

E desta vez a conjugação dos resultados foi favorável aos vila-realenses. Com três equipas a disputar as duas vagas possíveis, o BCVR acabou por ficar numa posição muito favorável para alcançar a sua vaga, com a derrota do EM SL Benfica de Oliveira de Azeméis, uma das três equipas a disputar o acesso, em jogo disputado no sábado, antes do BCVR entrar em campo.

Sabendo desse desfecho, os Lobos entraram em jogo a saber exatamente do que precisavam: vencer o jogo com o CTM. Apesar da diferença de valores, o BCVR, ao contrário do que seria de esperar, não conseguia assumir o controle do jogo. Cometendo erros no seu jogo coletivo e com uma fraca produção no ataque e falhando pontos fáceis, o esperado distanciamento no marcador não aconteceu durante a primeira parte. As equipas foram para o intervalo com um resultado nivelado (32-21). Após o intervalo, o BCVR finalmente conseguiu melhorar o seu desempenho global, alcançando um parcial no terceiro período de 23-07, resultado que garantiu uma vantagem confortável. A vantagem pontual cresceu no quarto período, garantindo desta forma o principal objetivo dos vila-realenses, a classificação para a segunda fase do Campeonato Nacional.


 

FICHA DE JOGO

Pavilhão dos Desportos de Vila Real

Parciais: 16-08 | 16-13 | 23-07 | 20-11

BCVR: Pedro Carvalhal | cap. (17 p), Tomás Macedo (10 p), José Benídio (7 p), Carlos Vilela (1 p), Gabriel Borges (5 p), João Pavão, Rodrigo Vilela (6 p), Gonçalo Cruz (12 p), Alexandre Monnet (6 p) e Rodrigo Lima (11 p)

Treinadores: Marco Teixeira e Ricardo Stringfellow

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.