Domingo, 13 de Junho de 2021

1,1 ME para fazer nascer Centro Escolar de Lordelo

Era um sonho há muito ambicionado pelas gentes de Lordelo. Luís Carmo, da junta de freguesia, lembrou que “assim que assumimos a liderança da freguesia identificámos um problema grave com a escola de Lordelo, que não tinha as condições ideais para garantir conforto às crianças e, por isso, este é um passo muito importante”.

-PUB-

“Quando a escola de enfermagem saiu daqui, e como o edifício ficou ao abandono, vimos a oportunidade de fazer nascer aqui o Centro Escolar de Lordelo. A câmara ajudou-nos e conseguiu articular para que o edifício nos fosse cedido e isso vai resolver um grande problema”, acrescentou, à margem da consignação da empreitada.

O reaproveitamento deste espaço vai, segundo Elisabete Leite, diretora do Agrupamento de Escolas Diogo Cão, “permitir responder a muitos dos pedidos que temos para receber alunos, porque neste momento temos mais pedidos do que possibilidades”. 

Quando a obra estiver concluída, o Centro Escolar de Lordelo terá capacidade para acolher “oito turmas do primeiro ciclo e três do pré-escolar, o que dá um total aproximado

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.