Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

1,1 ME para reativar as Caldas de Moledo após um longo processo

Fechado desde 2010, o balneário termal de Caldas de Moledo deverá entrar em obras no primeiro trimestre de 2020. Esta é a data avançada pelo presidente da Câmara Municipal de Peso da régua, José Manuel Gonçalves, que assumiu como uma das prioridades para o seu mandato a reativação do espaço.

-PUB-

Depois de ultrapassado o impasse sobre um longo e difícil processo que esteve em disputa no tribunal, entre a extinta Entidade Regional de Turismo do Douro e o município de Peso da Régua, foi possível chegar a um acordo tripartido. Para além da autarquia reguense, fazem parte da “nova parceira” o município de Mesão e a Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Em declarações à VTM, o presidente da câmara de Peso da Régua revelou que a autarquia já tem alocada uma verba, num valor a rondar os 550 mil euros, para avançar com o início da intervenção no espaço termal. No entanto, falta concluir a parte mais burocrática, num processo que inclui os

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.