Domingo, 13 de Junho de 2021

1,8ME desviados de clientes por Bancário

Suspeito fica a aguardar o desenrolar do processo em liberdade, depois de ter sido ouvido no Tribunal de Vila Flor 

-PUB-

António Matos, de 51 anos, foi detido por suspeitas de ter desviado mais de 1,8 milhões de euros, durante 10 anos, de clientes da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo Terra Quente, em Carrazeda de Ansiães.

A investigação que levou à detenção do bancário foi conduzida pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real, que acredita que o montante desviado poderá ser maior do que já foi até agora apurado. No entanto, para já, a PJ identificou 25 casos, com burlas que ultrapassam 1,8ME, mas poderão existir muitos mais lesados e o montante poderá ser de vários milhões de euros. 

Em comunicado, a PJ explica que o bancário oferecia-se para aplicar as poupanças dos clientes e ficava com o

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.