Sábado, 17 de Abril de 2021

25ª edição do Encontro de Cantares de Reis e Janeiras

O Pavilhão Multiusos foi palco na passada sexta-feira, dia 17 de janeiro, do Encontro de Cantadores de Reis e Janeiras, uma iniciativa que já se repete há 25 anos e que permite divulgar as tradições, usos e costumes do Concelho de Boticas.

Este ano participaram na iniciativa nove grupos representativos de várias associações locais, destacando-se a presença, pela primeira vez, da Associação Cultural e Recreativa de Codessoso e Secerigo.

A noite de festa começou com a habitual entrega de diplomas e lembranças alusivas à iniciativa, pelo Presidente da Câmara, Fernando Queiroga, aos representantes dos grupos, sendo a atribuição feita pela respetiva ordem de atuação: Centro Cultural e Recreativo de Beça, Centro Cultural e Recreativo de Pinho, Associação de Desenvolvimento de Dornelas, Associação Cultural e Recreativa de Codessoso e Secerigo, Delegação de Boticas da Cruz Vermelha Portuguesa, Grupo de Cantares do Rancho Folclórico de Santa Maria de Covas do Barroso, Grupo de Cantares de Couto de Dornelas, Associação Cultural, Recreativa e Desportiva da Serra do Leiranco – Sapiãos e Escola de Música da Banda Filarmónica de Couto de Dornelas.

O Presidente da Câmara demonstrou a sua satisfação e agrado por constatar que os hábitos e tradições do concelho se mantêm vivos, referindo que “este tipo de eventos são a prova de que os apoios atribuídos pela autarquia às diversas coletividades da nossa terra contribuem significativamente para a preservação do vasto legado cultural deixado pelos nossos antepassados”, acrescentando que “as associações têm um papel fulcral na dinamização das localidades onde estão inseridas”.

“É importante que se continue a valorizar e, sobretudo, a transmitir às gerações mais novas aquela que é a nossa identidade e história”, concluiu o autarca.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.