Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021

2ME para potenciar turismo de natureza

A câmara de Valpaços está a investir cerca de dois milhões de euros para potenciar o turismo de natureza, apostando na ecovia de 60 quilómetros do Rabaçal, em passadiços, novas praias fluviais e pontos de pesca.

-PUB-

Segundo Amílcar Almeida, presidente da autarquia, o objetivo passa por "atrair mais visitantes, mostrando aquilo que o concelho tem de diferenciador e aliando o turismo de natureza com o gastronómico", acrescentando que nesta fase de desconfinamento, após a crise pandémica, "a ecovia já traz, diariamente, gente ao concelho”.

A grande rota do Rabaçal, rio que nasce na Galiza, é marcada por três percursos pedestres lineares que vão desaguar na praia fluvial e revelam “segredos” deste concelho.

Caminhando pela ecovia é possível descobrir duas aldeias desabitadas, Cachão e Calvo, que perdeu o último habitante na década de 60 do século passado, ficar ainda a conhecer os lagares escavados na rocha, vestígios deixados pelos romanos e que revelam que esta é uma das zonas vitivinícolas mais antigas do país, mas é também possível ficar no local de observação para aves, um abrigo onde é possível ver as inúmeras espécies que habitam neste território, como a águia-de-bonelli, a cegonha-preta, o guarda-rios, o maçarico-das-rochas, o melro-d'água, ou a lontra, a marta e a doninha.

De acordo com Amílcar Almeida, no âmbito do projeto em curso vão ser melhorados os acessos, tornando a praia fluvial do Rabaçal acessível para pessoas com mobilidade reduzida. O projeto da ecovia resultou de uma parceria com a Nacional Geographic e envolveu uma equipa multidisciplinar, desde biólogos, engenheiros, ornitólogos, geólogos e arqueólogos. Trata-se de um investimento na ordem dos 800 mil euros na praia fluvial do Rabaçal, que abrange a construção de passadiços, a instalação de balneários e de um centro interpretativo da ecovia num edifício localizado junto ao parque de campismo.

Na zona da localidade Rio Torto, também no rio Rabaçal, será criada uma praia fluvial e instalados mais “70 a 80 pesqueiros”, num projeto de cerca de 400 mil euros.

Já em Carrazedo de Montenegro serão investidos 300 mil euros na praia fluvial da Ribeira da Fraga, onde, devido à morfologia do terreno, será instalada uma plataforma e construídos passadiços em madeira que permitirão o acesso à área balnear através dos penhascos.

Ao todo, serão investidos cerca de dois milhões de euros para promover o turimos natureza no concelho de Valpaços. As obras estarão concluídas em 2021.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.