Sábado, 16 de Outubro de 2021

94% dos portugueses consideram que o Presidente deveria prolongar o estado de emergência

O Barómetro de Opinião COVID-19 da Marktest está a acompanhar as opiniões dos portugueses, os seus comportamentos e perceções face ao momento que o país e o mundo atravessam.

-PUB-

De acordo com os resultados da última sondagem, realizada a 24 e 25 de março, os portugueses são unânimes quanto à possibilidade de prolongar por mais 15 dias o estado de emergência. E apesar de os números indicarem que a incidência junto dos homens é superior à das mulheres, são estas que mais concordam com esta possibilidade, 96% face a 92%.

Face à semana passada são agora mais 5% os portugueses que consideram que o país vai necessitar de mais de 3 meses para enfrentar o problema do Coronavírus e as limitações associadas ao mesmo.

Junto dos portugueses com 55 e mais anos este valor ganha mais expressão no espaço de uma semana: dos 29% que acreditavam neste período temporal de mais de três meses, passamos a 40% dos que acreditam agora nessa possibilidade.

Quanto à avaliação da atuação do Presidente da República, neste contexto pandémico, 75% dos portugueses, dão nota positiva à atuação de Marcelo Rebelo de Sousa.

É junto dos portugueses com 55 e mais anos que o Presidente reúne as melhores avaliações: 84% dos portugueses com mais de 55 anos, avaliam de forma positiva, a atuação do Chefe de Estado. Em contrapartida, é junto do segmento 35/54 anos que o Presidente regista menos avaliações positivas, ficando-se pelos 68%.

O índice de atuação do Presidente da República atinge os 70 pontos.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.