Terça-feira, 23 de Julho de 2024
No menu items!




“Abre asas até Mondim” quer atrair turistas

“Abre asas até Mondim” foi o desafio lançando pelo município do distrito de Vila Real, para esbater a sazonalidade e atrair visitantes através da gastronomia, música e caminhadas que levam à descoberta da região.

-PUB-

A segunda edição do programa “Abre asas até Mondim” realiza-se entre 31 de março e 30 de abril. “Durante este mês convidamos todas as pessoas a abrirem asas até Mondim de Basto para desfrutarem de todo o nosso património natural através de atividades desportivas, mas também da nossa vertente cultural e gastronómica”, afirmou o presidente da câmara local, Bruno Ferreira.

As atividades estarão concentradas aos fins de semana e pretendem atrair visitantes, num período de menor procura, mas pretendem também, segundo o autarca, “valorizar o património cultural, natural e gastronómico”.

O objetivo, de acordo com Bruno Ferreira, é “ajudar a desenvolver a economia”.

O programa arranca com a peça de teatro “Granito”, do Teatro Amador Mondinense (TAM), e inclui várias caminhadas pela levadas de Vilarinho e da Porca da Russa – Varzigueto, pelas Fisgas de Ermelo ou em Porto Velho.

Na serra do Alvão localizam-se as quedas de água das Fisgas de Ermelo, no rio Olo, que têm 400 metros e são consideradas uma das maiores da Península Ibérica, mas existem também levadas, ou seja, canais feitos pelo homem para transportar água para irrigação de campos agrícolas e que são semelhantes aos que são uma atração turística na ilha da Madeira.

O município, que se localiza numa zona de transição entre Trás-os-Montes e o Minho, está precisamente a apostar na criação de uma rede de levadas para aproveitar este “potencial turístico”.

Mas o concelho insere-se também na área geográfica de produção da Carne Maronesa DOP (Denominação de Origem Protegida), uma raça de gado bovino tradicional de montanha.

Por isso mesmo, entre os dias 14 e 16 de abril, a carne maronesa estará em destaque às mesas dos restaurantes durante este fim de semana gastronómico promovido pela Entidade Regional do Porto e Norte de Portugal.

Depois, ao longo do mês, haverá ainda largada de trutas, descida de rafting e canyoning, no rio Tâmega, e iniciativas de parapente a partir do monte Farinha, no alto do qual está o Santuário da Senhora da Graça, onde termina uma das etapas da volta a Portugal em bicicleta.

O “Abre asas até Mondim” inclui a segunda edição do “Rock no Favo”, desenvolvido no Favo das Artes, com concertos de Rita Redshoes, Zé Toca Dylan, The Happy Mess, Ecos da Cave e Orangotango.

Promovido pelo município de Mondim de Basto, o programa conta com a colaboração de várias associações e clubes que desenvolvem atividades nesta região.

[adrotate group="24"]

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

[adrotate group="2"]

Mais lidas

[adrotate group="3"]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

[adrotate group="5"]