Terça-feira, 25 de Junho de 2024
No menu items!

Alves Roçadas sofre, mas segura o segundo lugar

ALVES ROÇADAS, 2 | FONTELAS, 1

-PUB-

Não foi um jogo fácil para a equipa da casa, que, apesar de ter entrado com maior ascendente, viu o adversário adiantar-se no marcador aos 36’, por David Silva, que fez a bola entrar junto ao poste mais distante, num lance onde o Alves ficou a reclamar falta.

A partida seguia a um ritmo morno, com muitas paragens protagonizadas por lesões do Fontelas, e com alguma falta de criatividade, no último terço, pela turma orientada por Nuno Guerra.

Foi preciso esperar até ao último lance, antes do descanso, para surgir o golo há muito procurado. Rodrigo Gusmão faz um bom trabalho e cruza para Miguel Teixeira, que cabeceou para o fundo das redes.

Os locais aumentaram a pressão na segunda parte, mas a vontade de marcar era travada pelas boas intervenções do guarda-redes Gonçalo Pinto, que ia segurando o empate. Mas aos 69’, Duarte Pereira retira a defesa da jogada e dispara para a baliza adversária, ditando a reviravolta na partida.

Antes do final, o remate de Robim Duarte levava selo de golo, mas Gonçalo Pinto transformou-o na defesa do jogo.


FICHA TÉCNICA

Estádio do Cruzeiro, em Constantim
Árbitros: Orlando Valoura; Cláudio Monteiro; André Sampaio

ALVES ROÇADAS: Manuel Magalhães; Omar Ceesay; Babu Marong; Rodrigo Farroco; Gonçalo Morais; Rodrigo Rodrigues; João Machado; João Fernandes; Miguel Teixeira; Robim Duarte; Rodrigo Gusmão
Treinadores: Nuno Guerra; João Lemos; Tiago Guimarães

FONTELAS: Gonçalo Pinto; António Rodrigues (Francisco Figueiredo, 60’); José Pereira; Manuel Carvalho; Francisco Azevedo; José Almeida; David Silva (Edgar Elias, 60’); Joaquim Vieira; Edgar Elias; Afonso Morais; Rafael Mansilha
Treinador: José Pinto

Ao Intervalo: 1-1
Marcadores: David Silva (36’); Miguel Teixeira (44’); Duarte Pereira (69’)

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS