Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Aprovado orçamento de 16 milhões de euros

A Assembleia Municipal de São João da Pesqueira aprovou o orçamento para 2022, no valor de quase 16 milhões de euros.

PUB

Com um “valor global de 15.999.137,00 euros”, a Assembleia Municipal aprovou o orçamento e plano de atividades para 2022 “sem votos contra, com 15 a favor e seis abstenções”.

As cinco principais áreas que o orçamento abrange são turismo (cerca de um milhão e 384 mil), transportes rodoviários (mais de 1,5 milhões de euros), ordenamento do território (932 mil euros), educação (perto de 720 mil euros), cultura (cerca de 683 mil euros) e agricultura (quase 581 mil euros), especifica o documento.

Entre os “grandes investimentos” previstos para o município está “a requalificação da Estrada Nacional 222-3, entre São João da Pesqueira e Ferradosa”, num total de um milhão de euros”, e a expansão da zona empresarial da sede do concelho, envolvendo um montante na ordem dos 864 mil euros.

Também a requalificação de espaços públicos (830 mil euros), a continuação da requalificação da zona envolvente às Bateiras (615 mil euros) e o polo de atratividade no Douro Vinhateiro, em Ferradosa, (cerca de 525 mil euros), integram os principais investimentos do executivo municipal.

Segundo a Câmara, o orçamento foi elaborado “no pressuposto de que se poderá trabalhar com “normalidade”, apesar da atual incerteza da pandemia de Covid-19”, que “teve impacto nas receitas de alguns impostos” municipais.

“O IMT [Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis] e a Derrama diminuíram nos anos anteriores e, portanto, face à obrigação de inscrição da média das cobranças nos 24 messes anteriores, prevê-se uma quebra de 13%, bem como na Derrama de 20%”.

O documento refere que a autarquia está “preparada para apoiar as famílias e empresas caso seja necessário, à semelhança do que ocorreu até agora” no concelho, devido à pandemia.

“Vamos ter, ainda, em 2022, uma diminuição das transferências do Orçamento de Estado de 620 mil euros, o que perfaz uma diminuição de 7,84%”.

“A nossa visão para os próximos exercícios económicos, reflete a continuidade da nossa aposta na organização e melhoria dos serviços e no aumento da sua eficácia e eficiência e o investimento em áreas fundamentais para o desenvolvimento socioeconómico do concelho”.

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.