Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021
Pedro Ribeiro
Presidente da ACIR

Arregaçar as mangas e seguir em frente

O setor público deverá ter um papel decisivo para o potenciar, desenvolvendo projetos estratégicos

-PUB-

Após uma década de diminuição demográfica, que em muito tem contribuído para a falta de recursos humanos no interior, e decorridos dois anos de pandemia, sem que ninguém estivesse preparado para tal provação, eis que muitas empresas da nossa região em geral e o comércio tradicional, em particular, mostraram toda a sua capacidade de reinvenção e resiliência, lutando para a manutenção dos seus negócios, dos postos de trabalhos, muitos deles familiares que têm vindo a passar de geração em geração.

Se num momento se deparavam com a realidade da suspensão ou redução da sua atividade, no momento seguinte estavam a preparar novos produtos, novas formas de trabalhar, novas plataformas, que permitissem a sustentabilidade do seu negócio. Foi altura de arregaçar as mangas e seguir em frente.

É assente nestas características do nosso tecido empresarial, que cada vez mais se justifica a aposta na coesão territorial, fazendo valer a nossa identidade territorial, aproveitando os recursos disponíveis, tão vastos e de qualidade ímpar.

Só assim se poderá mitigar as assimetrias existentes, promovendo uma melhoria da qualidade de vida das populações, o aumento da competitividade e rentabilidade económica e a valorização e sustentabilidade dos recursos endógenos.

Se, por um lado, as empresas têm contribuído nas suas possibilidades para estimular o capital territorial da região, também o setor público deverá ter um papel decisivo para o potenciar, desenvolvendo projetos estratégicos. Projetos estes em diversas áreas, como sejam a mobilidade, turismo, energia, etc., que contribuam para o desenvolvimento do tecido empresarial existente, atração de empresas externas e recursos humanos.

Muito haverá a fazer, mas o futuro é agora. Transformemos as dificuldades e provações passadas em oportunidades.

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.