Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021

Atividade turística no rio Douro pode retomar

A atividade marítimo-turística na Via Navegável do Douro (VND) está novamente autorizada, mas sujeita a restrições.

-PUB-

Em declarações à Lusa, o comandante da Capitania do Douro, Rui Manuel Santos, refere que as condições impostas para as empresas “são em tudo idênticas às que foram impostas noutras atividades”. Isto é, só podem navegar, com a lotação limitada a dois terços da capacidade, embarcações que tenham uma área onde os passageiros possam circular de até 200 metros quadrados.

Esta autorização entrou em vigor dia cinco e já várias empresas retomaram a atividade. Mas, no Pinhão, a Companhia Turística do Douro avisa que “são precisos clientes” para os passeios pelo rio. Mesmo em 2020, das 93 empresas com autorização de navegação apenas 61 voltaram à atividade.

Não obstante a retoma, Ricardo Costa, da Magnífico Douro, lamenta que as expectativas “não são boas”, apontando quebras na “ordem dos 90%”. Dados da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo demonstram uma quebra de 78% de passageiros entre janeiro e outubro de 2020 em relação ao período homólogo de 2019.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.