Domingo, 24 de Outubro de 2021

Autarcas querem centros de recolha para diagnostico à Covid-19 nos Centros de Saúde

A Comunidade Intermunicipal do Ato Tâmega vai pedir ao Governo que “considere a instalação de centros de diagnósticos em cada centro de saúde do Alto Tâmega” para que as recolhas dos testes possam ser ali e encaminhadas para um laboratório de referência.

-PUB-

Os presidentes dos municípios que integram a CIM do Alto Tâmega (Boticas, Chaves, Ribeira de Pena, Montalegre, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar), decidiram esta sexta feira, em reunião por videoconferência, reivindicar ao Governo, a instalação de centro de diagnóstico à Covid-19 nos centros de saúde da região para “facilitar a vida dos cidadãos e profissionais”.

“É importante para facilitar a vida às pessoas e para se evitarem deslocações distantes, porque nesta altura de confinamento e de distanciamento social quantos menos percursos se fizerem melhor”, explicou, à Agência Lusa, o presidente da CIM Alto Tâmega, Orlando Alves.

O também autarca de Montalegre sublinhou que a CIM irá pedir ao Governo que “considere a instalação de centros de diagnósticos em cada centro de saúde do Alto Tâmega” para que as recolhas dos testes possam ser ali e encaminhadas para um laboratório de referência.

Para Orlando Alves, além de “facilitar a vida das pessoas”, seria também “um alívio para os profissionais que andam no terreno”.

“Quanto maior alívio pudermos proporcionar a quem anda no terreno, como aos bombeiros ou INEM, estaremos a prestar um bom serviço a todos, aos utentes e aos que estão no terreno a fazer o transporte”, vincou.

Ficou ainda decidido na reunião a oferta de equipamento de proteção individual para todos os profissionais de saúde da região, acrescentou.

“Foi pedida à diretora do agrupamento dos centros de saúde do Alto Tâmega e Barroso que nos faça chegar o reporte do número de equipamentos individuais necessários para cada centro de saúde, assim como a referência, pois há vários tipos de equipamentos e pretendemos saber qual é o desejado”, adiantou.

Orlando Alves explicou que o valor gasto será feito “de acordo com a solicitação que vier a ser indicada” e que será depois articulado com a direção do agrupamento dos centros de saúde do Alto Tâmega e Barroso para “adquirir o equipamento ao melhor preço”.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.