Terça-feira, 26 de Outubro de 2021

Cancelados eventos com lotação superior a 150 lugares

Como medida preventiva devido ao Covid-19, o Teatro Municipal de Vila Real decidiu cancelar todos os eventos que estavam agendados até ao final de março, com lotação superior a 150 lugares.

-PUB-

Esta decisão implica, segundo comunicou o organismo, o cancelamento da peça de teatro “Castro”, do Teatro Nacional São João, que estava inserida na programação do Festival Vinte e Sete e que estava agendada para sábado, ainda a homenagem a Eduardo Lourenço (dia 19), o concerto de Carminho ( dia 21), o espetáculo solidário “O Nosso Pilar” (dia 25) e a VIII Real Academics (dia 28).

A medida preventiva foi tomada “considerando a dinâmica da evolução epidemiológica da doença Covid-19 e as orientações da Direção-Geral da Saúde emitidas com vista à diminuição do risco de infeção” e foi decidida em articulação com o Plano de Contingência Municipal.

O Teatro de Vila Real disse que “oportunamente serão estudadas e divulgadas novas datas para a realização destes eventos” e esclareceu que os espetadores que adquiriram bilhetes para aqueles espetáculos poderão solicitar o reembolso dos valores a partir do dia 18.

Na quarta-feira, reuniu-se a Comissão Municipal de Proteção Civil do concelho que, no final, afirmou “a importância de não serem adotadas medidas avulsas, descontextualizadas do que são as instruções nacionais de coordenação do processo, nomeadamente as imanadas pela DGS”.

A Comissão reiterou a “importância dos cidadãos e suas organizações cumprirem com determinação as instruções que estão a ser disseminadas pelas autoridades nacionais de coordenação, nomeadamente as medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença”.

Um pouco por todo o distrito de Vila Real está a ser anunciado o cancelamento ou adiamento de eventos, nomeadamente os culturais.

A Filandorra – Teatro do Nordeste e as autarquias parceiras decidiram, também, como medida preventiva cancelar todas as atividades e espetáculos da iniciativa “Março o mês do Teatro" que estavam agendadas até 31 de março.

Em causa estão nove eventos programados para Valpaços, Alfandega da Fé, Vinhais, Lamego, Vila Pouca de Aguiar, Santa Marta de Penaguião e Lamego.

Em Mondim de Basto, foram adiados o Festival Internacional de Teatro Miguel Torga e o Encontro de Parapente.

Estas iniciativas iriam decorrer em março e o seu adiamento teve em conta, segundo informou o município, as recomendações da DGS a propósito do novo coronavírus e que a “evidência tem demonstrado que os eventos de massas podem potenciar a disseminação deste tipo de vírus”.

O Teatro Amador Mondinense (TAM) decidiu adiar o Festival de Teatro para o mês de outubro e o Clube de Parapente anunciará, oportunamente, nova data para o Encontro de Parapente.

Em Portugal, a DGS atualizou hoje o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.