Domingo, 9 de Maio de 2021

Cancelados todos os eventos e equipamentos nas Terras de Trás-os-Montes

Os nove municípios que integram a Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-Montes decidiram em conjunto cancelar por tempo indeterminado todas as feiras e eventos assim como suspender as atividades em equipamentos culturais e desportivos

A decisão foi divulgada pela CIM Terras de Trás-os-Montes que, em comunicado, faz saber que “em reunião do seu Consellho Intermunicipal, composto pelos nove presidentes de câmara deliberou aplicar um conjunto de medidas no território para fazer face à nova realidade" causada pelo surto por Covid-19.

As medidas adotadas são o cancelamento de feiras semanais, quinzenais, mensais e temáticas, das atividades em todos os equipamentos culturais, incluindo as projeções cinematográficas, e outras que sejam organizadas e promovidas pelo município ou em parceria, bem como a suspensão da utilização das piscinas municipais e dos restantes equipamentos desportivos municipais.

Estão apenas autorizados nos nove municípios “os treinos e competições oficiais para equipas e atletas federados” com a proibição da assistência de público.

A CIM informa ainda que os serviços municipais se mantêm abertos e em funcionamento, mas aconselha a que “apenas deverão ser procurados em situações urgentes e inadiáveis, devendo ser privilegiado o contacto telefónico ou e-mail”.

Recomenda ainda “às freguesias e uniões de freguesias dos concelhos e ao movimento associativo do território, em geral, que evitem a organização de eventos ou iniciativas que envolvam ajuntamento de pessoas”.

Estas medidas aplicam-se a todo o território da CIM das Terras de Trás-os-Montes, que integra os concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais, vigorando por tempo indeterminado.

“Trata-se de medidas proativas e preventivas adotadas com o objetivo de salvaguardar o bem-estar, segurança e sobretudo a saúde da população face à conjuntura que atualmente se vive a nível nacional e internacional”, salienta.

Este conjunto de medidas tem, como esclarece, “em consideração a dinâmica da evolução epidemiológica do CORONAVÍRUS COVID-19 no território nacional e das medidas decretadas pelo Direção-Geral de Saúde (DGS)”.

“Pese embora, até à presente data, não existirem casos confirmados nos concelhos da CIM das Terras de Trás-os-Montes, os nove municípios que a integram decidiram implementar um conjunto de medidas preventivas”, acrescenta.

A aplicação destas medidas “será alvo de revisão à medida que as circunstâncias epidemiológicas evoluírem e em função das orientações emanadas pela DGS”.

A CIM apela ainda “neste momento sensível, de preocupação nacional, a todos os cidadãos, que adotem um comportamento sereno e responsável, por forma a ser salvaguardada a saúde de todos”.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.