Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021

CAP diz que é preciso “mexer a sério” nas questões fiscais para dinamizar Interior

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) esteve reunido com agricultores transmontanos e defendeu a necessidade de o Governo ir muito mais além do que está plasmado no Orçamento de Estado (OE) para desenvolver o interior do país.

 

-PUB-

Para Eduardo Oliveira e Sousa, o OE 2020 “tem alguns incentivos”, mas classifica-os de “pouco arrojados para modificar o estigma existente”. “As medidas do OE possuem pouca capacidade, na prática, de modificar este estigma de que as pessoas têm dificuldade em ver no interior uma possibilidade de desenvolvimento futuro”.

Este responsável diz ser necessário “mecanismos de apoio mais arrojados” para a dinamização da economia. “O Governo tem que ser mais arrojado na atração do investimento e na dinamização da economia através de medidas fiscais mais aligeiradas, a nível do IRS, mas também das contribuições autónomas, do IVA e outras. Há uma série de situações que importa virem a ser alteradas”, afirmou, acrescentando que se o Governo

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.