Domingo, 1 de Agosto de 2021

Centro Interpretativo do Barco Rabelo começa a ganhar vida

Os trabalhos de recuperação da antiga Escola Primária da Rede, destinada à instalação do Centro Interpretativo do Barco Rabelo, arrancaram durante a manhã de ontem e estarão concluídos em meados de agosto.

-PUB-

A empreitada da obra pública já concursada foi adjudicada pelo valor de 157 mil e 834 euros e consiste na remodelação total da edificação, com a execução de uma cobertura totalmente nova, a demolição da parede divisória principal, a criação da receção, de instalação sanitária, da sala de projeção e do salão amplo central com a exposição do barco Rabelo, mantendo-se a traça arquitetónica da antiga escola. Nesta intervenção está prevista, também, a elaboração do projeto de museografia e o fornecimento e a montagem de equipamento, num total de cerca de 92 mil euros.

Trata-se de uma operação candidatada ao aviso NORTE-28-2018-37 – Estratégias de eficiência coletiva PROVERE – Projetos Âncora, com um investimento total e elegível de 250.474 mil euros e apoiado em 204.850 mil euros, ao que corresponde uma taxa de comparticipação de 81,78%, tendo três componentes de investimento, nomeadamente: a empreitada, a elaboração do projeto de museografia e o fornecimento e a montagem de equipamento.

Arranca assim, o projeto da autarquia que pretender preservar a memória das gentes ribeirinhas do concelho, com a denominação «Homens do Rio Douro – Barcos e Barqueiros», partilhando as memórias de todos quantos viveram do Rio e para o Rio ao longo dos séculos.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.