Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2021

Cinema chega às aldeias de Mogadouro

Programa que promove a inclusão em Mogadouro leva cinema à população sénior

-PUB-

O programa CLSD-4G de Mogadouro, destinado à promoção da inclusão social no concelho transmontano, está a promover sessões de cinema itinerante pelas aldeias, com a exibição de filmes portugueses, indicaram hoje os promotores.

"A projeção dos primeiros filmes teve sempre em conta as regras de distanciamento social e o uso de máscaras. Estas ações visam combater a solidão e o isolamento social", explicou à Lusa Nuno Geraldes, coordenador do programa.

Outro dos objetivos deste ciclo de cinema é o de proporcionar momentos de distração, convívio, lazer, bem-estar físico e psicológico da população sénior do concelho de Mogadouro, no distrito de Bragança, numa iniciativa "intercalar" que vai durar cerca de três anos.

"Os participantes, até à data, mostram-se muito agradados com a iniciativa e [mostram] interesse em participar nas mais variadas atividades propostas em simultâneo com a exibição das películas, havendo uma boa reação à presença da equipa do CLDS-4G durante o convívio entre todos", indicou o coordenador.

Depois da exibição do filme "Fátima", seguem-se outras películas do cinema português como o “Pátio das Cantigas” ou “Leão das Estrela”, entre outros.

Esta atividade visa a promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa.

"Contudo, este projeto é mais abrangente e contempla ainda o emprego, formação e qualificação, intervenção familiar e parental e ações preventivas viradas para a pobreza infantil”, vincou o responsável.

O programa CLDS-4G de Mogadouro, designado "MoGadouro, Gentes, Gestos e Garra", é financiado pelo Instituto de Segurança Social, promovido pelo município de Mogadouro e coordenado pela Santa Casa de Misericórdia.

O objetivo é minimizar a exclusão social, por ser um instrumento que visa intervir numa lógica de proximidade.

O provedor da Misericórdia de Mogadouro, João Henriques, referiu que o índice de envelhecimento no concelho de Mogadouro é três vezes superior ao registado a nível nacional.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.