Terça-feira, 15 de Junho de 2021
©DR

Concerto inaugural do órgão de tubos do Santuário da Senhora da Assunção

O Santuário da Senhora da Assunção, em Vilas Boas (concelho de Vila Flor), na Diocese de Bragança-Miranda, passa a contar, a partir do próximo domingo (solenidade da Ascensão do Senhor) com um órgão de tubos. Veio da Alemanha e será benzido por D. José Cordeiro.

-PUB-

Construído em 1964 pelo organeiro alemão Walker para a Igreja Evangélica de Paul – Gerhardt, em Wellesweiler – Neunkirchen (Alemanha), o órgão de tubos é composto por 2 manuais e uma pedaleira com 24 registos e 1786 tubos.

A 4 de Setembro de 2020 foi oficializada a compra do órgão à Comunidade Evangélica de Neunkirchen com a assinatura do respetivo contrato, entre a Igreja alemã e o Santuário Diocesano da Senhora da Assunção.

A 26 de Setembro, pelas 16 horas, o órgão, desmontado e embalado, chegou ao Santuário. Instalado pela firma JMS Organaria de Santo Tirso entre outubro de 2020 e janeiro de 2021, a afinação e harmonização coube ao organeiro espanhol Óscar Laguna, natural de Burgos.

Para o Pe. Delfim Gomes, reitor do Santuário, esta aquisição encaixa-se nos propósitos dos santuários católicos que apostam na “valorização cultural e artística”, de acordo com a “via pulchritudinis” – caminho da beleza –, enquanto modalidade peculiar da evangelização da Igreja.

“Também este Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Assunção – espaço sagrado – envereda por este caminho da Nova Evangelização procurando oferecer aos peregrinos este contacto com a arte, a música, o silêncio, a paisagem, de modo a encontrar a beleza e suscitar a admiração. É um caminho que leva à procura de Deus e ao encontro com Cristo, Beleza oferecida por Deus aos homens”, refere o sacerdote.

Eucaristia e Concerto inaugural

Domingo, a partir das 09h30, os peregrinos de toda a Diocese são convidados a subir à montanha e a participar nas celebrações festivas: terço (10h00) e eucaristia solene (11h00) presidida pelo bispo da Diocese, D. José Cordeiro. Segue-se a bênção do órgão.
À tarde, pelas 15h00, terá lugar o concerto inaugural com a soprano Rosana Orsini* e o organista Marco Brescia*.

Município e benfeitores apoiaram aquisição

A compra do órgão, desmontagem, transporte, instalação, afinação e harmonização teve um custo total de €70.327,50. «As despesas foram integralmente suportadas pelo Município de Vila Flor (30.000,00 trinta mil euros) e por dois benfeitores (20.000,00 euros cada um), a quem agradecemos penhoradamente», salienta o Pe. Delfim Gomes.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.