Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Curso de Cozinha para desempregados

Na sequência do protocolo estabelecido entre a Câmara Municipal de Mondim de Basto, o Centro de Emprego de Basto e o Centro de Formação de Vila Real, para a realização de Cursos de Formação Profissional no concelho, teve início, no dia 19 de Fevereiro, um Curso de Cozinha, o segundo a ser desenvolvido em Mondim […]

Na sequência do protocolo estabelecido entre a Câmara Municipal de Mondim de Basto, o Centro de Emprego de Basto e o Centro de Formação de Vila Real, para a realização de Cursos de Formação Profissional no concelho, teve início, no dia 19 de Fevereiro, um Curso de Cozinha, o segundo a ser desenvolvido em Mondim de Basto (recorde-se que está a decorrer, desde Abril de 2006, até Julho de 2007, o Curso de Jardinagem e Espaços Verdes). Terá a duração de um ano e meio – de Fevereiro de 2007 a Agosto de 2008 – e integra uma componente teórica, em salas de aula, e uma componente prática, a ser desenvolvida nas cozinhas da Santa Casa da Misericórdia.

A turma é constituída por 19 formandos, maioritariamente residentes no concelho de Mondim, essencialmente mulheres, pelo facto de ser este segmento o que apresenta maior índice de desemprego, segundo explicou o vereador Francisco Gomes Ribeiro.

Funciona nas instalações da antiga pré-escola, edifício composto por duas salas de aula, o qual sofreu obras de beneficiação e adaptação, de forma a tornar possível a realização teórica destes cursos.

“Desta forma, a Câmara Municipal pretende criar novas oportunidades e alternativas aos mondinenses desempregados, através da sua qualificação, para que a sua inserção no mercado de trabalho seja facilitada”, justifica o vereador.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.