Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

“Douro Generation” quer estreitar laços entre patrimónios da humanidade

Apesar do reconhecimento da Unesco, o Douro “ainda tem muitos problemas de desenvolvimento”. Projetar e valorizar a região através de ligações com outros sítios classificados é um dos objetivos de uma nova associação de desenvolvimento

-PUB-

Fundada recentemente, a Associação “Douro Generation” apresentou publicamente, no dia 23, um projeto-piloto que tem como meta o desenvolvimento da região através de “dinâmicas de preservação, valorização e promoção de Sítios classificados pela Unesco como Património da Humanidade”.

António Martinho, presidente da direção da associação, explicou que o World Generation Project “tem como missão e objetivo principal fomentar a cooperação entre povos, regiões e nações, através da conceção, execução e apoio a programas” que promovam a “riqueza histórica, cultural, ambiental e socioeconómica das regiões”.

“A Associação nasce de uma reflexão sobre o Alto Douro Vinhateiro enquanto património da humanidade e sobre como é que se pode potenciar o desenvolvimento, e até que ponto tem feito”, explicou o mesmo responsável utilizando como exemplo a Rede de Aldeias Vinhateiras, um projeto que “criou uma rede tão rica em termos de património” mas que também representa “um exemplo tão explícito da desertificação humana que se verifica na região”.

Desenvolvido em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), o World Generation Project pretende colaborar para que a classificação obtida através da Unesco, enquanto Património Mundial seja efetivamente aproveitada para o “desenvolvimento da região”.

Além da necessária aposta em atividades relacionadas “com os recursos endógenos da região, com o Turismo, as Indústrias Criativas e o Empreendedorismo Empresarial e Social”, e na “captação de organizações, privadas e públicas, nacionais e multinacionais, que fixem no Douro capital humano e organizacional”, o projeto quer “criar uma Rede Efetiva de Intercâmbio (Partilha) Tecnológico, Científico, Educacional, Cultural e Ambiental entre regiões do país, da Europa e do mundo, com idênticas motivações”.

 

“Encontros de Reflexão” relança o debate sobre o Douro

 

Quinze anos depois da realização dos Encontros da Casa da Calçada, que realizaram um conjunto de 17 debates e envolveram mais de 500 pessoas, a ideia de relançar a discussão nos mesmos moldes vai passar à prática, numa organização realizada no âmbito do “World Generation Project”.

“O espírito é debater o Douro de uma forma informal”, explicou Artur Cristóvão, vice-reitor da UTAD e presidente da mesa da Assembleia da Douro Generation, explicando ainda que numa primeira fase, em que serão realizados quatro encontros, vão ser recuperadas algumas das temáticas abordadas em 97/98, com o intuito de fazer um balanço sobre o que mudou nos últimos anos.

O Morgadio da Calçada, em Provesende, concelho de Sabrosa, vai receber o primeiro debate já no próximo sábado, dia 28, altura em que será discutido “O Douro em Mudança”.

“Patrimónios e Recursos Durienses” (11 de abril), “O Douro e o Turismo” (18 de abril) e “As políticas e as instituições no Douro” (25 de abril) são outros temas que vão estar sobre a mesa de debate.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.