Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Duas listas na corrida à AAUTAD

Candidatos prometem fazer mais e melhor pelos alunos

-PUB-

Há dois candidatos à liderança da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD), que já faziam parte da atual direção da associação e que agora apresentam novas ideias para dar mais força à voz aos estudantes.

Com o lema “Contigo Somos…”, a candidatura de André Coelho, aluno de Ciências do Desporto, tem como prioridade máxima combater o abandono escolar, um problema que tem aumentado nos últimos anos, conforme sublinhou o candidato. “Nos últimos cinco anos tem-se verificado um aumento significativo dos alunos que deixam o ensino superior por falta de condições económicas. Temos que inverter esta situação e encontrar alternativas viáveis, uma vez que prometemos estar mais próximos dos alunos e ter uma representação mais abrangente de todos os cursos”. André Coelho realça ainda que esta candidatura pretende romper com o passado e fazer uma aposta cultural e desportiva forte, que consolide a AAUTAD a nível interno para depois alcançar uma maior projeção no panorama nacional. Há 15 elementos da atual direção da AAUTAD que transitam para a lista liderada por André Coelho.

Já a lista apresentada por Bruno Ferreira, estudante do curso de Tecnologias de Informação e Comunicação, com o slogan: "Exigimos de nós, evoluimos por ti", tem como objetivos a inserção de toda a comunidade na vida ativa da academia, a promoção cultura, sem esquecer um dos problemas principais dos estudantes que é o abandono escolar. Esta lista tem cerca de 32 elementos que pertencem à atual direção da AAUTAD, mas “ainda fomos buscar pessoas que já demonstraram a sua capacidade de trabalho dentro dos cursos, para conseguirmos uma academia forte para solucionar todos os problemas que existem e que possam eventualmente surgir”, reforçou o candidato.

Bruno Ferreira sublinha que pretende continuar com as praxes solidárias, que têm vindo a ser realizadas mas não têm tido grande impacto. “Queremos melhorar este aspeto e aumentar estas ações solidárias ao envolver a cidade e mais alunos, uma vez que essas atividades não têm tido uma grande adesão por parte da comunidade estudantil”, sublinhou.

O abandono escolar é um dos principais problemas, no entanto, ainda irá fazer uma avaliação junto da reitoria, para que se criem mecanismos que sejam mais abrangentes e que as pessoas não desistam do ensino superior por falta de condições económicas.

As eleições estão marcadas para dia 16 de dezembro.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.