Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Entrudo Chocalheiro regressa para animar as ruas de Podence

Está de regresso o Carnaval mais genuíno de Portugal. De 26 de fevereiro a 1 de março, os Caretos de Podence voltam a sair à rua para celebrar uma tradição que desde dezembro de 2019 foi considerada pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Além da Queima do Entrudo, do desfile das marafonas e do pregão casamenteiro, o programa inclui vários passeios pedestres e o Festival Gastronómico do Grelo. “É uma alegria voltarmos a poder celebrar o Entrudo Chocalheiro, com toda a tradição e importância que têm para a aldeia de Podence”, afirma o presidente da Câmara de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues, adiantando que serão “adotadas todas as medidas de segurança” determinadas pela Direção-Geral de Saúde (DGS)”.

“Este é um momento muito importante para os macedenses e para Podence, um evento que leva a que muitos dos nossos conterrâneos que se encontram emigrados regressem à sua terra Natal para se embrenharem na pele de Careto”, acrescenta o edil.

O programa de quatro dias contempla quase 40 iniciativas, que centram a atenção no património cultural, etnográfico, natural, artístico e gastronómico do concelho de Macedo de Cavaleiros.

Em cada um dos quatro dias de folia, o “aquecimento” é feito logo a partir das 9h00, ao ritmo de caminhadas (no dia 26, pelo Trilho do Entrudo Chocalheiro e pelo Trilho Careto, a 27), visitas (ao Geopark Terras de Cavaleiros, no dia 28), passeios (no dia 27, com o Careto BTT) ou geo-cruzeiros (à Albufeira do Azibo, em embarcação ecológica e rumo ao Geopark, nos quatro dias, em diferentes horários).

O auge da jornada tem encontro marcado com a Queima do Entrudo na Eira do Careto, a 1 de março, pelas 18h00, evento a que muitos só chegam – já depois dos Caretos à Solta, da Noite Chocalheira, do Pregão Casamenteiro ou do Desfile de Marafonas – porque “não faltam momentos para repor energias, pelas rotas dos paladares que a Ronda das Tabernas abre a locais e visitantes”, indica a autarquia em comunicado.

Destaque ainda para o Mercadinho Tradicional, onde pode “ocupar o olhar (e dar uso à carteira) pelas coisas e loisas da terra”, em que também não faltará animação e experiências no Carnaval mais genuíno e colorido de Portugal.

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.