Sábado, 16 de Outubro de 2021

Festival de cinema do Douro já tem data marcada e país convidado

A seis meses da sua realização, já começam a surgir as novidades para a nova edição do festival de cinema duriense. Para já, de sublinhar o Brasil como país convidado e a atribuição, pela primeira vez, do prémio criado em homenagem ao centenário cineasta Manoel de Oliveira. O festival promete animar a região durante a época das vindimas, associando assim, tal como aponta um dos seus objectivos primordiais, o mundo dos vinhos à sétima arte.

-PUB-

“Depois da Argentina inaugurar a secção ‘País Convidado’, as atenções voltam-se agora para as tradições vinícola e cinematográfica brasileiras”, revelou recentemente fonte da organização do Douro Film Harvest – Festival de Cinema do Douro, que este ano se realiza entre os dias 5 a 11 de Setembro.

António Martinho, presidente da Entidade Regional de Turismo do Douro (ERTD), promotora do evento, explicou que a escolha do Brasil como país homenageado surge na sequência do “trabalho de cooperação desenvolvido na edição anterior”.

“No ano passado, demos um enfoque especial à candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade, esse trabalho ainda não está terminado, mas foi possível fazer a ligação, através da temática musical, entre o nosso festival e o festival temático de cinema do Rio de Janeiro”, recordou o presidente da Turismo do Douro, adiantando desde logo que a “aproximação entre os dois festivais é para continuar”.

No âmbito desta homenagem, insere-se a Ryby Selection, “que será este ano constituída com filmes de produção e realização brasileira”. “A riqueza e mutação proporcionadas pelo Novo Mundo chega-nos não só na colheita de modernos vinhos mas também na qualidade da colheita cinematográfica”, considera a organização.

No que diz respeito às novidades para esta edição, a terceira, do Douro Film Harvest, há a sublinhar ainda a atribuição do “Prémio CastaDouro Manoel de Oliveira” à produção que se distinguir numa nova secção do certame, “dedicada a curtas ou longas-metragens que toquem o Douro de maneira especial, quer sejam filmadas na região ou tenham o vinho do Porto e Douro como inspiração ou referência”.

Anunciado no final da edição do ano passado, o prémio vai escolher o filme, “em particular produções portuguesas, mas também de todo o mundo, com ligação ao Douro, que melhor “se enquadrar na perspectiva da obra de Manoel de Oliveira”.

“A carreira do cineasta, o mais importante realizador nacional e um dos mais reputados a nível mundial, está fortemente ligada ao Douro, quase berço da sua cinematografia, onde filmou muitos dos seus filmes”, recorda a organização do festival, confirmando já que Manoel de Oliveira “mostrou satisfação ao aceitar” a homenagem.

A organização revelou ainda que “a cidade de Alijó foi a escolhida para receber a terceira edição do Douro Film Harvest”.

Em 2010, o Festival de Cinema realizou-se em Vila Real, Lamego, Freixo de Espada à Cinta e Sabrosa, teve como país convidado a Argentina e como nome homenageado o da actriz Sophia Loren.

Este ano, o Douro Film Harvest já recebeu uma menção honrosa do Turismo de Portugal, um reconhecimento que, segundo António Martinho, é um estímulo para todos os que têm tornado o festival uma realidade”. “Congratulo-me com a colaboração de todos, entidades públicas e privadas, empresas ou indivíduos”, sublinhou.

Tal como aconteceu na edição do ano passado, no que diz respeito ao orçamento para a realização do certame cinematográfico, o objectivo da Turismo do Douro “é arranjar o máximo com parceiros”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.