Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Finalmente, o concurso público

Prevendo-se um investimento de cerca de 370 milhões de euros, até 2011, o troço da Auto-Estrada número 4 que ligará Amarante a Vila Real e que representa uma extensão de cerca de 30 quilómetros englobará a construção do “maior túnel rodoviário português”. No dia 10, foi, finalmente, publicado o anúncio de lançamento do concurso público […]

Prevendo-se um investimento de cerca de 370 milhões de euros, até 2011, o troço da Auto-Estrada número 4 que ligará Amarante a Vila Real e que representa uma extensão de cerca de 30 quilómetros englobará a construção do “maior túnel rodoviário português”.

No dia 10, foi, finalmente, publicado o anúncio de lançamento do concurso público internacional da concessão do Túnel do Marão, o troço da Auto-Estrada número 4 (A4) / Itinerário Principal 4 (IP4), entre Amarante e Vila Real (Parada de Cunhos), estando o início da construção previsto para 2008.

“A concessão tem por objecto a concepção, construção, aumento do número de vias, financiamento, exploração e conservação, com cobrança de portagem aos utentes, com uma extensão aproximada de 30 quilómetros de Auto-Estrada, entre Amarante e Vila Real, dos quais quatro serão resultantes do alargamento do actual IP4, entre Amarante e Padronelo, troço onde não será cobrada portagem ao tráfego local”, anunciou a empresa Estradas de Portugal (EP).

A empresa lembrou que a futura Auto-Estrada que “vai atravessar a Serra do Marão, desenvolvendo-se nos concelhos de Amarante, Baião, Peso da Régua e Vila Real, terá início no actual término da A4, em Amarante, e ligará ao actual IP 4 em Parada de Cunhos”. Vai englobar a construção “no lanço Padronelo /Campeã, de um túnel com cerca de seis quilómetros de extensão, constituindo-se como o maior túnel rodoviário português”.

O concurso é publicado cerca de nove meses depois do primeiro anúncio da construção da A4, mais precisamente em Abril de 2006, quando, em Bragança, na apresentação do projecto “Acessibilidades em Trás-os-Montes e Alto Douro”, Mário Lino, Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações classificou como “prioritária” a concessão do Túnel do Marão, considerando que a sua construção deveria “avançar, rapidamente, não só porque incrementará, de forma significativa, a mobilidade, na região, contribuindo para o desenvolvimento e consolidação socio-económica, tão necessários, como, também, terá um papel importante, na redução da sinistralidade rodoviária” (prevê-se uma redução de 50 por cento).

Segundo o projecto governamental que prevê “uma revolução rodoviária” para Trás–os-Montes, o Túnel do Marão deverá estar concluído em 2011, altura em que, segundo o mesmo plano, deverá também estar pronta a segunda fase da A4, a denominada “Auto-Estrada Transmontana” apesar da obra desta última ter início, apenas, em 2009, e da sua extensão ser de cerca de 145 quilómetros (entre Vila Real e Quintanilha), isso porque “aproveita cerca de 65 por cento de extensão do actual IP4, envolvendo um investimento na ordem dos 345 milhões de euros”.

Segundo o anúncio de concessão do Túnel do Marão, publicado, no sábado, as candidaturas para a construção do referido troço deverão dar entrada, na EP, até ao dia 26 de Junho, sendo que a abertura das propostas deverá decorrer no dia seguinte.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.