Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Flores celebra o 52º aniversário do Grupo Desportivo e Cultural

O Grupo Desportivo e Cultural das Flores faz, no dia 10, 52 anos e para festejar esta data tão marcante, os dias 8, 9 e 10 serão de festa e muita animação, promovendo o convívio e proximidade entre a população.

-PUB-

À VTM, Vanessa Monteiro, um dos membros da nova direção que tomou posse em março, referiu que alcançar o 52º aniversário  tem um grande significado para a direção e associados. “Estamos a vestir uma camisola que muitos sócios já vestiram no passado e, neste momento, somos nós a dar continuidade aos princípios e valores que existiam antes de nós nascermos, e com os quais crescemos e fomos criados”. Por isso, “queremos que as próximas gerações consigam ter a mesma paixão e o mesmo carinho que nós temos pelo grupo”.

É com base nesta paixão que os jogos populares, a decorrer no dia 10, pelas 15h00, bem como os grupos musicais, vão animar a localidade de Flores, destacando-se, nos dias 8, 9 e 10, a presença das bandas Inkanto Show, Uskadabila e Republika, respetivamente. Este ano, a novidade é o encontro de bombos, que reunirá quatro grupos distintos do concelho, que decorrerá ao início da noite de domingo. A destacar ainda a missa, por alma dos sócios falecidos, às 10h00 de segunda-feira.

Embora os elementos que compõem a direção tenham menos de 30 anos e estejam há pouco tempo em funções, Vanessa Monteiro frisa que “queremos o melhor para este grupo”, explicando que “o que nos une são as recordações e a ambição de darmos continuidade a esta história que tanto nos orgulha, a nós, direção, e aos mais de 350 sócios que temos inscritos”. “Somos jovens, damo-nos muito bem e estamos unidos para dar o melhor rumo ao GDC das Flores.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.