Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima visita Dioceses de Portugal

Com início a 13 de maio de 2015, durante as celebrações da 98.ª peregrinação internacional aniversária da primeira aparição, a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima inicia uma peregrinação às dioceses portuguesas, até maio de 2016.

-PUB-

Sairá em peregrinação a Primeira Imagem Peregrina de Fátima, a que na década de 50 percorreu o Mundo e que foi entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário no ano de 2003.

 É desejo da Instituição, no dizer do reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, que esta «grande» peregrinação seja “uma forte experiência de fé, através das celebrações, momentos de oração e expressões de piedade popular”, uma ação que chegue a “todas as faixas etárias” e um momento em que “todos tenham oportunidade de aprofundar o conhecimento e vivência da mensagem de Fátima”.

 Também entendida como uma forma de sensibilizar e de chamar a atenção para o Centenário das Aparições, em 2017, o projeto da peregrinação nacional foi apresentado aos bispos portugueses que o acolheram com entusiasmo.

 Reunidos em Fátima em assembleia geral na passada semana, os bispos, em Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa, definem esta peregrinação nacional como “um momento de missão evangelizadora” e apelam à mobilização das pessoas para o “acolhimento caloroso, marcado pela alegria de receber, na fé, o ícone da Mãe de Deus e Mãe dos Homens”.

Esperam que este acontecimento, “de grande alcance eclesial”, “deixe marcas muito positivas nas comunidades cristãs, ajude a renascer a alegria do encontro com o Evangelho de Jesus Cristo e o entusiasmo de viver em Igreja”. 

No âmbito deste projeto, o Santuário de Fátima preparou um guião com diversos materiais de apoio que facultou às dioceses, tendo em vista a preparação e concretização dos vários momentos da visita da Imagem.

 Após deixar o Santuário de Fátima, a Imagem fará o seguinte percurso por Portugal: Viseu, Braga, Viana do Castelo, Vila Real, Bragança-Miranda, Lamego, Coimbra, Guarda, Portalegre-Castelo Branco, Setúbal, Évora, Beja, Algarve, Santarém, Lisboa, Funchal, Aveiro, Angra do Heroísmo, Porto, Leiria-Fátima.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.