Quinta-feira, 13 de Junho de 2024
No menu items!

[esi adrotate group="20" cache="private" ttl="0"]

Jorge Braz é um dos candidatos a treinador do ano

A Confederação do Desporto de Portugal já revelou os candidatos nas diversas categorias do Prémio “Desportista do Ano” e o treinador transmontano de futsal é um dos nomeados

-PUB-

O selecionador nacional de Futsal, campeão da Europa e vencedor da finalíssima intercontinental, é um dos candidatos ao Prémio “Desportista do Ano” na categoria de melhor treinador na 26.ª Gala do Desporto promovida pela Confederação do Desporto de Portugal (CDP).

Além do valpacense Jorge Braz, estão ainda nomeados na categoria de treinador do ano Jorge Pichardo Fundora (Atletismo), Hélio Lucas (Canoagem), Gabriel Mendes (Ciclismo) e Abel Ferreira (Futebol). Jovem Promessa do Ano, Equipa do Ano, Atleta Feminino do Ano, Atleta Masculino do Ano e Desporto Adaptado são as restantes categorias destes prémios.

Depois dos nomes indicados pelas Federações para as cinco categorias, um júri composto por presidentes de federações desportivas, de entidades ligadas ao desporto, e de outras personalidades do fenómeno desportivo, escolheu os cinco finalistas para cada uma das categorias.

Os prémios têm como objetivo “reconhecer uma área do desporto que muitas vezes não recebe o merecido espaço público apesar da excelência de resultados que ano após ano vai somando e elevando o nome de Portugal em todo o mundo”, explica a CDP.

Os vencedores serão anunciados durante a 26.ª da Gala do Desporto. Até 31 de janeiro decorre a eleição, que irá contar com a participação do público, através do site www.cdp.pt, e dos presentes no dia do evento, com um peso na eleição final de 60% e 40%, respetivamente.

A Gala do Desporto irá decorrer no dia 1 de fevereiro e, para além de serem revelados os vencedores do prémio “Desportistas do Ano”, será ainda atribuída a distinção das Personalidades do Ano, indicadas pelas federações desportivas nacionais.

[esi adrotate group="24" cache="private" ttl="0"]

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

[esi adrotate group="19" cache="private" ttl="0"]

VÍDEOS

[esi adrotate group="2" cache="private" ttl="0"]

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

[esi adrotate group="3" cache="private" ttl="0"]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

[esi adrotate group="16" cache="private" ttl="0"]