Sábado, 21 de Maio de 2022

Livro ajuda a explicar o Alzheimer às crianças

Chama-se “O Jumbito Neno” e surgiu da necessidade de explicar a demência aos mais novos. É o primeiro livro da Associação MentalMente, criada em 2019, no seio do Gabinete de Alzheimer de Mirandela

As crianças são curiosas por natureza e, muitas vezes, fazem perguntas que deixam os mais velhos sem saber o que responder. Foi a pensar nisso que uma associação de Mirandela criou um livro para ajudar os adultos a explicarem a demência aos mais novos.

“Fomos percebendo que as pessoas tinham muita dificuldade em falar de alguns temas com as crianças e a demência não é exceção”, começa por dizer Telma Pastor, da associação MentalMente, referindo que “começámos nas escolas, onde contávamos histórias com personagens da Patrulha Pata e percebemos que tinha bastante adesão. Com a pandemia tivemos de parar e decidimos que era o momento de avançar com este livro”.

“O Jumbito Neno” conta a história de uma menina de 9 anos, a Maria, e do seu avô. “É uma história sobre a relação deles e de como a neta vai ajudando o avô, que sofre de demência”, conta Telma Pastor.

E de que forma podem as crianças ajudar estas pessoas? Para Telma é simples, “basta explicar, porque elas percebem quando algo não está bem. Elas são extremamente perspicazes e podem ajudar de muitas formas, desde fazer a refeição com a pessoa que sofre de demência, fazer jogos, ver fotografias e conversar sobre elas. É uma forma de estimular estes doentes”, sendo que o livro tem algumas sugestões de atividades para fazer em conjunto.

Em breve, a intenção é regressar às escolas e contar esta história às crianças com a ajuda de fantoches. O Neno, por exemplo, é o peluche da menina do livro. É metade peixe, metade elefante, ou seja, “um com pouco memória e outro com muita e ajuda a explicar o que é o Alzheimer”, explica Telma Pastor.

A história é da autoria de Virgílio Tavares e tem ilustração de Júlia Fernandes. O livro pode ser adquirido na sede da associação MentalMente, que fica no Centro Cívico de Mirandela, na loja de roupa infantil “Afonso Maria”, também em Mirandela, e ainda na Ótica Galilei, em Bragança. A obra tem um custo de nove euros que revertem, na totalidade, para a associação.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.