Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Luta pela igualdade de género motiva intercâmbio europeu

Arranca amanhã, em Chaves, o projeto europeu ‘Why so different?’, coordenado pela Associação "Inspira!", que mobilizará 30 jovens internacionais

Depois de, entre abril e maio, ter sido palco de um intercâmbio subordinado ao tema da literacia dos media, que juntou 36 jovens de seis países diferentes, Chaves volta a acolher um projeto europeu, desta vez, alusivo à luta pela igualdade de género.

Coordenado pela Associação flaviense “Inspira!”, o intercâmbio mobilizará 30 jovens entre os 18 e os 30 anos de idade, oriundos de cinco países, que são voluntários em Organizações Não-Governamentais.

Segundo Renato Gil, “acima de tudo, o projeto visa estimular na comunidade e nos jovens locais e internacionais uma perceção da forma como os papéis pré-estabelecidos para cada género são opressivos para a juventude, limitando as suas perspetivas, as suas oportunidades e a sua participação na sociedade local”.

Desta feita, pretende-se motivá-los “a criar ações de educação e intervenção cívica para educar as suas comunidades e reforçando, assim, a posição dos jovens flavienses como veículos de mudança para a situação da região”, explicou o presidente da “Inspira!”.

Assim sendo, de 24 de maio a 2 de junho, a Associação e os seus participantes irão organizar workshops, formações, debates, simulações, intervenções de rua e ‘peddy-papers’ pela cidade, envolvendo, ao mesmo tempo, a população jovem local.

À semelhança do último intercâmbio, os jovens farão, ainda, uma série de vídeos de sensibilização, realizados e editados pelos mesmos, que, posteriormente, serão apresentados aos alunos da Escola Secundária Dr. Júlio Martins.

O projeto ‘Why so different?’ é financiado pela Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Acção, sob as diretrizes da Comissão Europeia e contará com jovens portugueses, finlandeses, espanhóis, arménios e ucranianos.

De acordo com Renato Gil, “o objetivo do nosso trabalho europeu é, a longo prazo, mudar o paradigma da juventude na cidade e na região, promovendo a criação de oportunidades, o empreendedorismo jovem, a dinamização cultural e social e, acima de tudo a alteração da mentalidade e atitude da comunidade flaviense em relação aos seus jovens”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.