Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Mais de 1,3 ME para regeneração de espécies no Parque Natural de Montesinho

O projeto HabMonte já está a ser aplicado, com várias intervenções no Parque Natural de Montesinho.

-PUB-

Trata-se de um projeto de conservação de habitats naturais e de potenciação de plantas autóctones, como explicou Luísa Jorge, chefe de divisão de áreas classificadas do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), no decorrer das comemorações dos 40 anos do PNM, assinalados esta sexta-feira: “Consiste no controlo de vegetação arbustiva, potenciar a regeneração espontânea de espécies arbóreas autóctones, na melhoria de antigos lameiros que estavam abandonados e potenciar a sua manutenção como lameiro e ainda uma pequena intervenção numa área com invasoras, as acácias”. 

As áreas de intervenção de eliminação de invasoras e de regeneração arbustiva autóctone, nomeadamente sobreiro, representam cerca de 400 hectares para a recuperação de floresta, cerca de 100 hectares em

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.