Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

Ministro da Agricultura passou Quinta da Veiga para a autarquia

O Ministro da Agricultura esteve, em Montalegre, para anunciar, oficialmente, que a propriedade da Quinta da Veiga passa para o domínio autárquico. Para tal, o Ministro fez questão de visitar aquela unidade, constatando o seu estado de conservação. Foi aí que o Presidente da Câmara Municipal, Fernando Rodrigues, garantiu que o Município pretende dar um […]

O Ministro da Agricultura esteve, em Montalegre, para anunciar, oficialmente, que a propriedade da Quinta da Veiga passa para o domínio autárquico. Para tal, o Ministro fez questão de visitar aquela unidade, constatando o seu estado de conservação. Foi aí que o Presidente da Câmara Municipal, Fernando Rodrigues, garantiu que o Município pretende dar um novo rumo e um novo impulso àquela propriedade do Estado, com 110 hectares de tamanho, referindo que “pretendemos um projecto de desenvolvimento rural, com a componente cultural e a componente turística. Aqui se poderá instalar um grande Museu e desenvolver o tema da Casa Agrícola do Barroso, numa espécie de quinta pedagógica que seja o repositório da agricultura tradicional desta região. Mas terá aqui, igualmente, um produto turístico mais amplo que pode contemplar a hotelaria, a vertente lúdica, desportiva e de lazer, servindo os produtos locais e a gastronomia da região”.

Recebido nas instalações da Cooperativa Agrícola, Jaime Silva deixou uma mensagem de esperança e de confiança, para o futuro da Agricultura, no Barroso. Pediu rigor e espírito de iniciativa às entidades competentes, mormente à Câmara Municipal de Montalegre e à Cooperativa Agrícola. Estas passam a ter nas mãos a responsabilidade de desenvolver projectos que incentivem o fomento de projectos de dinamização, como é exemplo o programa LEADER.

Antes, já o membro do Governo tinha deixado a garantia de que a Quinta da Veiga e o Centro de Formação da Aldeia Nova ficavam sob gestão da Câmara Municipal de Montalegre e da Cooperativa Agrícola, respectivamente, desde que apresentem projectos sustentados de desenvolvimento.

A sessão encerrou com o descerramento de uma lápide, nas instalações da Cooperativa Agrícola de Montalegre que marca a presença do governante, por aquela instituição, e um lanche de convívio, numa unidade hoteleira da vila de Montalegre.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.