Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022

Ministro do ambiente assegura financiamento para o Cachão

Numa visita ao antigo Complexo do Cachão, em Mirandela, esta segunda-feira, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, assegurou que a segunda fase da restruturação do espaço, nomeadamente a remoção do entulho e dos escombros que lá permanecem será financiada. 

-PUB-

O ministro adiantou que esta era a altura “ideal” para “perceber o que ainda faz falta no Cachão”, uma vez que a retirada do lixo foi concluída no início deste ano e que até ao final do mês de janeiro o despacho do Fundo Ambiental será tornado público. 

No entanto, o mesmo não assegurou que a intervenção possa ser financiada na totalidade, mas haverá “pelo menos uma boa parte” que será contemplada. 

Júlia Rodrigues, presidente da autarquia de Mirandela, referiu que foram deixadas boas indicações pelo Governo no que trata à requalificação deste complexo agroindustrial que já foi um impulsionador da economia local, com mais de mil pessoas empregadas. 

“Vai ainda haver um investimento na demolição dos edifícios que estão em queda iminente. Uma vez retirado o lixo, as paredes ficaram sem sustentação, temos que retirar o entulho e fazer a requalificação daquele espaço, demolindo as paredes que estão em risco e todo o entulho que ainda é visível. A segunda fase do projeto é um outro investimento que iremos candidatar ao Fundo Ambiental para que seja possível realizar ainda este ano”, apontou. 

O

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.