Domingo, 17 de Outubro de 2021

Mondinense quer subir de divisão

O primeiro classificado da Associação de Futebol de Vila Real (AFVR) pretende subir ao Campeonato de Portugal, com base na classificação atual (56 pontos).

-PUB-

O presidente do Mondinense, Fernando Anjos, revelou à VTM que o clube tinha aspirações de subir de divisão e já fez saber isso junto da AFVR, e também à Federação Portuguesa de Futebol (FPF). “Juntamente com outros clubes, que também lideravam as respetivas classificações da distrital, enviamos um documento à Federação no sentido de participarmos na nacional na próxima época”. 

Fernando Anjos adiantou que assinaram também uma petição com o mesmo objetivo. “Acredito que o Mondinense poderá regressar ao nacional, até porque ainda estão a ser equacionadas as subidas de divisão dos primeiros classificados do campeonato de Portugal à II Liga”.

“É importante estarmos unidos no mesmo objetivo. Estamos a lutar com outros clubes, que sentem que os primeiros classificados devem ser premiados, independentemente de não haver descidas de divisão. O que poderá acontecer é subirmos esta época e na próxima descerem sete da mesma série, no entanto, parece-nos muito exagerado, tantas descidas”. 

O dirigente lamenta que os clubes não tenham sido ouvidos neste processo, que “prejudica muito o Mondinense”, que estava a contar subir de divisão. “É injusto não subir de divisão, até porque já tinha patrocinadores para a época 2020/21”. 

Os clubes estão unidos neste processo e, para além do Mondinense da AF Vila Real, há outros 19 emblemas que assinaram o documento, como o Tirsense e Salgueiros (AF Porto); Pevidém (AF Braga); Pêro Pinheiro (AF Lisboa); São João de Ver (AF Aveiro); Mortágua (AF Viseu); Amigos da Paz (AF Leiria); Rabo de Peixe (AF Açores); Carapinheirense (AF Coimbra); Almeirim (AF Santarém); Vianense (AF Viana do Castelo); Oriental Dragon (AF Setúbal); Moncarapachense (AF Algarve); Juventude Évora (AF Évora); Camacha (AF Madeira); Moura (AF Beja); Meda (AF Guarda); Alcains (AF Castelo Branco); Vimioso (AF Bragança) e Crato (AF Portalegre).
Relativamente aos empréstimos que a FPF vai disponibilizar, Fernando Anjos revela que o clube “não vai recorrer a empréstimos”. “As nossas finanças estão controladas. Temos tudo em dia com jogadores e equipa técnica”, refere, acrescentando que tem três jogadores brasileiros e um nigeriano, a quem “nada tem faltado”. ■

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.