Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
No menu items!

[adrotate group="20"]

“Muitos pais pensam que os filhos são o Cristiano Ronaldo”

O futebol de formação tem vindo a crescer e é uma importante fonte de rendimento dos clubes. Muitos pais colocam expectativas demasiado altas nos filhos, que muitas vezes acusam essa pressão e acabam por não aproveitar o que de bom o futebol oferece, como sentimento de partilha, diversão, união e espírito de grupo

-PUB-

Em Trás-os-Montes e Alto Douro, apesar de se assistir ao despovoamento galopante, há cada vez mais crianças a praticar desporto, nomeadamente futebol. 

Dados da Associação de Futebol de Bragança (AFB) revelam que têm atualmente 2.578 praticantes de futebol, futsal e futebol de praia, com seniores incluídos. Nos escalões de formação são 2.018, com o SC Mirandela a liderar com 252 praticantes, o EF Crescer segue em segundo com 202 praticantes e o GD Bragança surge em terceiro com 195 praticantes. 

Já a Associação de Futebol de Vila Real (AFVR) não facultou os dados pormenorizados desta época, apenas revelou que são cerca de 4.800 jogadores federados. Os últimos disponíveis são referentes à época 2022/2023, quando a AFVR que tinha 4.372 atletas federados, com o GD Chaves a liderar com 346, seguido do Abambres SC com 296, depois o SC Vila Real (270) e a ADCE Diogo Cão (246). 

Muitos pais apostam tudo nos filhos para que possam vir a ser verdadeiros craques da bola, o que acaba por colocar pressão nos miúdos e muitos acabam por abandonar o difícil e competitivo mundo do futebol.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

[adrotate group="24"]

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

[adrotate group="19"]

[adrotate group="2"]

Mais lidas

[adrotate group="3"]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS | desporto

[adrotate group="16"]