Terça-feira, 15 de Junho de 2021

“Não vamos aceitar esta situação”

Alberto Machado insurgiu-se contra as decisões tomadas pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, relativamente ao funcionamento do centro de saúde de Vila Pouca de Aguiar, garantindo que tudo irá fazer para reverter a situação

-PUB-

“A ARS Norte pressupunha que, neste momento, 50% das consultas fossem já presenciais, mas em Vila Pouca de Aguiar isso não está a acontecer”, começou por referir o presidente da autarquia aguiarense, no final da reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil, onde lhe foi dito que essa situação se deve “a várias limitações de espaços de receção dos utentes”. 

Para reverter a situação, Alberto Machado deixou o compromisso da câmara municipal em montar, com meios próprios, uma tenda em cada extensão do centro de saúde, na vila, nas Pedras Salgadas e Campo de Jales, e já durante esta semana cumpriu com o prometido.

“Que permita que os aguiarenses não fiquem na rua à espera e que, assim,

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.