Terça-feira, 27 de Julho de 2021
©DR

O Honda Civic Open teve grande adesão

Esta é uma competição organizada pela Duluténis em conjunto com a Tomeifel. Trata-se do segundo torneio do Circuito Tomeifel Challenger.

-PUB-

O Honda Civic Open foi o segundo torneio da edição de 2021 que decorreu nos dias 26 e 27 de junho. Foram cerca de 40 jogadores distribuídos pelas várias categorias: dos 3 aos 6 anos – categoria vermelha – desde os 7 até aos 12 anos – categoria Laranja e Verde – até aos jovens e adultos dos vários níveis competitivos (Amarelo e Preto) e ainda a categoria Rosa que englobou adultos femininos. De realçar que a competição, além de atletas vila-realenses, contou igualmente com jogadores vindos de várias cidades do Norte como Bragança, Murça, Mirandela e Peso da Régua.

Um fim de semana recheado de muito ténis e com a envolvência dos grandes torneios que faz com que os atletas se sintam ainda mais especiais.

No escalão Vermelho (dos 3 aos 6 anos) Miguel Campeão levou o troféu de primeiro classificado, deixando o título de vice-campeão para o seu amigo e colega de treino na Duluténis André Matias. Também Gabriel Soares, aluno da Duluténis com apenas 4 anos, participou e levou o prémio de primeiro classificado no escalão dos mais novos  –  Vermelhos 2.

No escalão Laranja (dos 7 aos 9 anos) João Martins levou o troféu de primeiro classificado, deixando o título de vice-campeão para o seu amigo e colega de treino na Duluténis José Marinho.

No escalão Verde (dos 9 aos 12 anos) Paulo Marinho dos Santos levou a melhor sobre o seu colega de treino Vasco Sanfins num jogo muito bem disputado. Nesta categoria foi demonstrado já um grande nível técnico e tático por parte de todos os participantes.

No escalão Amarelo (competição inicial) Filipe Ribeiro, atleta de Murça, venceu, num jogo extremamente competitivo, o seu irmão José Ribeiro na primeira participação de ambos em torneios da Duluténis.

No escalão da competição média/avançada – Preto, o mais concorrido, o jogo final opôs Paulo Marinho e Filipe Matias, ambos atletas da Duluténis. Jogo que se disputou a um nível muito intenso com algumas reviravoltas no marcador, sempre com grande nível competitivo e desportivismo.

Por fim, no escalão Rosa (adultos femininos) Ana Beatriz Alves venceu o grupo e Cláudia Guedes foi segunda classificada. Ambas atletas Duluténis.

De realçar que cada vencedor teve direito a uma assinatura digital de seis meses do jornal A Voz de Trás os Montes.

No final dos 4 torneios, os oito melhores de cada categoria disputarão o Masters e os dois primeiros classificados terão direito a vários produtos Wilson, prémios Honda e ainda uma peça LDi.

São sem dúvida motivos aliciantes para tornar a prova bastante competitiva e desafiante, além do espírito vivido em cada torneio de apuramento. Os rankings de cada categoria poderão ser consultados e acompanhados no site www.dulutenis.com.

A próxima prova será o Honda Crosstar Open e será jogada já nos próximos dias 10 e 11 de julho. Inscrições já estão abertas e são elegíveis todos os praticantes de ténis, de todas as idades e de todos os níveis.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.