Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Panificadora de “Nadir Afonso” poderá ser classificada

Foi publicado em Diário da República o procedimento para a classificação da panificadora de Chaves, que foi construída em 1963 e pelas mãos do artista plástico Nadir Afonso.

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) determinou a abertura do procedimento de classificação da panificadora de Chaves, depois de ter recebido uma proposta da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN).

Se for classificado, o imóvel fica salvaguardo, impedindo que seja feita qualquer intervenção no edifício, pois para isso é necessário um parecer prévio da DRCN.

De acordo com o que foi publicado no Diário da República, este imóvel e os outros localizados na zona geral de proteção (50 metros contados a partir dos seus limites externos) ficam abrangidos pelas disposições legais em vigor.

Está assim dado o primeiro passo na possível classificação da panificadora flaviense projetada pelo mestre Nadir.

Agora, o processo irá passar para apreciação do Conselho

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.