Segunda-feira, 23 de Maio de 2022

“Páscoa viva” animou centro da vila

Depois de um interregno de dois anos por força da pandemia, a Praça do Município voltou a ser palco do “Cantinho da Páscoa”, iniciativa inserida no projeto “Páscoa Viva” da Mais Boticas – Associação Empresarial Botiquense, que contou com o apoio da autarquia

À semelhança de edições anteriores, a iniciativa juntou miúdos e graúdos num fim de semana repleto de animação, convívio, música e gastronomia, e que contou com a participação dos comerciantes locais.

Desta feita, nos dias 9 e 10 de abril, o projeto da Mais Boticas permitiu dinamizar o comércio tradicional, onde a gastronomia foi “rainha” e permitiu dar a conhecer aos visitantes aquilo que de melhor se faz no concelho.

Ao longo do fim de semana realizaram-se várias atividades, como o “Workshop de Folar”, o “Atelier de Páscoa” e a habitual “Caça ao Ovo” que deliciou miúdos e graúdos numa saudável competição.

Tempo ainda para a inauguração de um conjunto de espetáculos inseridos no “ArtFest”, projeto promovido pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega, que arrancou em Boticas com a atuação dos “Back to the Hits”.

A iniciativa terminou com a tradicional degustação do “Folar Gigante”, iguaria com cerca de 100 metros de comprimento, confecionada por padarias do concelho e motivo de atração de milhares de pessoas à Praça do Município.

O momento simbólico do corte do folar contou com a presença do presidente do município, Fernando Queiroga, do presidente da Associação Empresarial Botiquense, Paulo Aleixo, do presidente da Junta de Freguesia de Boticas e Granja, José Manuel Pereira, e dos responsáveis pelas padarias envolvidas na confeção do folar.

Para Fernando Queiroga, estas iniciativas “são fundamentais para promover e divulgar a nossa terra, sendo que os objetivos principais deste tipo de ações passam por atrair mais gente à vila de Boticas e, simultaneamente, dinamizar o comércio tradicional, contribuindo para a recuperação económica dos empresários locais”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.